Polícia Civil fiscaliza 318 bares durante a operação “Lei Seca”

By -
A Polícia Civil do Amazonas fiscalizou na madrugada deste domingo, dia 27, das 2h às 4h, 318 bares situados em zonas distintas da capital durante a deflagração da operação “Eleição Estadual Suplementar 2017 – Segundo Turno”, que reuniu 138 policiais civis. Ao longo da ação, um homem de 34 anos foi conduzido ao 9º Distrito Integrado de Polícia (DIP), na zona Leste, onde assinou Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por desacato e desobediência.

Os trabalhos foram coordenados pelo delegado-geral da Polícia Civil do Estado, Frederico Mendes; delegado-geral adjunto da instituição, Ivo Martins, e pelo diretor do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM), delegado Geraldo Eloi. Segundo Boletim de Ocorrência (BO) registrado no 9º DIP na madrugada deste domingo, dia 27, por volta das 2h45, um homem foi levado à delegacia após tumultuar o trabalho dos policiais civis.
“A ocorrência aconteceu em um bar localizado na Rua Itajiba, primeira etapa do bairro São José Operário, zona Leste. Na ocasião, o infrator, visivelmente embriagado, ficou alterado com a presença dos policiais civis no estabelecimento comercial e, por conta disso, assinou TCO por desacato e desobediência. Em seguida ele foi liberado”, explicou o diretor do DPM.
 Conforme o delegado Geraldo Eloi, a ação policial teve por objetivo orientar os proprietários e responsáveis por bares e estabelecimentos comerciais, de um modo geral, sobre a proibição do consumo de bebidas alcoólicas em bares, restaurantes, supermercados, mercearias e estabelecimentos similares, bem como em locais abertos ao público no Amazonas, das 2h às 18h deste domingo, dia 27, quando acontece o segundo turno da eleição suplementar em todo o Estado.
Dos 318 bares fiscalizados, 94 estão situados na zona Norte, 75 na zona Leste, 63 na zona Sul, 47 na zona Centro-Oeste, 21 na zona Centro-Sul e 18 na zona Oeste.
Roberto Brasil