Polícia Civil alerta idosos sobre o “golpe da baluda” e do “falso bilhete premiado”

By -

'Desconfie de dinheiro, benefício ou recompensa oferecidos por estranhos', alerta a delegada Ivone Azevedo

‘Desconfie de dinheiro, benefício ou recompensa oferecidos por estranhos’, alerta a delegada Ivone Azevedo

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da delegada titular da Delegacia Especializada em Crimes contra o Idoso (DECCI), Ivone Azevedo, alerta o público da terceira idade que os idosos são os alvos preferenciais de infratores que atuam na saída de bancos e casas lotéricas.  “Idosos são frequentemente vítimas de estelionatários que praticam golpes conhecidos pela polícia, entre eles o da “baluda” e do “falso bilhete premiado”. Faço um pedido a todos que tenham atenção redobrada na utilização de serviços bancários”, argumentou a delegada. 

golpe-da-baludaDe acordo com a autoridade policial, no “golpe da baluda”, a vítima é atraída por um bloco de papel que imita uma grande quantia em dinheiro, que é dada como uma suposta recompensa. Na ocasião, o infrator se aproveita para guardar a bolsa ou a carteira do idoso e furtar o dinheiro e outros objetos de valor. Já o “golpe do bilhete premiado” consiste na troca de uma quantia em dinheiro da vítima por um bilhete supostamente premiado. 

“Oriento que evitem permitir a ajuda de desconhecidos que se ofereçam para auxiliá-los em algo em agências bancárias. Evite pegar algo que um transeunte deixe cair na rua. Nesse caso, peça para outra pessoa avisá-lo e se afaste. Desconfie de dinheiro, benefício ou recompensa oferecidos por estranhos na porta de bancos e casas lotéricas. Sempre que puder, ande acompanhado de um parente ou de pessoa de confiança. Diante de qualquer atitude suspeita, comunique a polícia”, recomendou Ivone.

 

Roberto Brasil