PF encontra cartão de diretor do Instituto Lula em bolsa de suposta lobista

By -

1d97efe190f0cee3ac8d221ad41ff655

Ao cumprir mandado de busca e apreensão, a Polícia Federal encontrou na bolsa da suposta lobista Cristina Mautoni Marcondes um cartão de visita do diretor do instituto Lula, Celso Marcondes. Cristina teve os pertences revistados em outubro passado porque é acusada de operar esquema de compra de medidas provisórias nos governos Lula e Dilma Rousseff por meio de pagamento de propina a agentes públicos.

Ela também aparece em mensagens relacionadas à compra de caças pela Força Aérea Brasileira (FAB), outro lobby investigado pela Operação Zelotes. Já denunciada, Cristina espera o julgamento presa em Brasília. A lobista é mulher de Mauro Marcondes, que também está preso.

A consultoria do casal, a Marcondes & Mautoni foi contratada por montadoras de veículos com interesse na edição das MPs. A firma pagou R$ 2,5 milhões à LFT Marketing Esportivo, do empresário Luís Claudio Lula da Silva, em contratos que estão sendo investigados.

Mario Dantas