Petrobras: ex-gerente executiva diz que funcionário também foi afastado ao denunciar cartel

By -
Verina

Venina Velosa

A ex-gerente executiva da Diretoria de Abastecimento da Petrobras Venina Velosa da Fonseca afirmou, em depoimento à Justiça Federal, que um funcionário da área jurídica da empresa também foi afastado das funções após denunciar reuniões em que contratos aditivos eram negociados. Venina prestou nessa terça-feira (3) o primeiro depoimento como testemunha nas investigações da Operação Lava Jato. No ano passado, ela disse que foi afastada da estatal após denunciar desvios na empresa.

Ao juiz federal Sérgio Moro, responsável pelas investigações, a ex-gerente confirmou que teve conhecimento de que assuntos internos da Petrobras eram levados ao grupo de empreiteiras, formado pela Associação Brasileira de Engenharia Industrial (Abemi).

Mario Dantas