Petistas acionam Ministério Público do Estado para apurar a omissão da Prefeitura no caso dos bueiros

By -

Vereador-Professor-Bibiano-e-deputado-estadual-José-Ricardo-no-MPE-1125x750

O vereador Professor Bibiano (PT) juntamente com o deputado estadual José Ricardo Wendling (PT) ingressaram com duas representações no Ministério Público do Estado (MPE-AM). Uma denuncia a negligência da Prefeitura de Manaus em relação as centenas de bueiros destampados na cidade e cobra a responsabilização na morte de André Pereira, 6, que faleceu após cair em bueiro no bairro do Mutirão, Zona Norte de Manaus.

E a segunda, refere-se ao não cumprimento das metas de abastecimento de água bem como de coleta e tratamento de esgoto pela concessionária Manaus Ambiental.

“O saneamento básico é um direito essencial para a saúde, bem-estar e proteção da população. Por isso, é inadmissível que a Prefeitura saiba da existência de mais de 2 mil bueiros sem tampas, e do risco de acidentes e até de morte a que esta situação sujeita as pessoas, e não tome nenhuma ação efetiva. E em meio a todo esse descaso, o prefeito ainda amplia a concessão da Manaus Ambiental para 2030 com a promessa de que 80% das residências terão o serviço de coleta e tratamento de esgoto, quando sabemos esta empresa não vem cumprindo as metas há anos”, expôs ele, destacando que, infelizmente, Manaus ocupa a 97ª posição num ranking de 100 das maiores cidades do País em termos de Saneamento Básico.

 

José Ricardo enfatizou que o serviço de saneamento básico não é apenas abastecimento de água potável, mas também esgotamento sanitário, limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos transporte e destinação do lixo doméstico, hospitalar, industrial, drenagem e manejo das águas pluviais urbanas, das chuvas, estruturações que promovem saúde e proteção ambiental.

 

 

Mario Dantas