Perfil (Poema)

By -

MARCELINO_RIBEIRO_BANNER_500x167

 

Sou o pobre e o rico,
a calmaria, a tempestade,
a presença, a saudade,
o guerreiro e o pacífico.

O disfarce, sem engano,
o começo, o fim,
o bom, o ruim,
o dependente, o soberano.
Das costas, eu sou a frente,
a firmeza, o casual,,
o simplista, o formal,
igual e diferente.
Sou a mão amiga, a que bate,
o empregado, o padrão,
o sim, o não,
a vitória, o empate,
a cinza e o fogo,
o pecado e perdão,
o estagnado, a ação,
a certeza e o jogo.
O pai, eu sou, o avô e o blogueiro,
a pessoa temerosa e realista,
o poeta, escritor e jornalista,
o cronista, sou Marcelino Ribeiro.

Áida Fernandes