PCC ameaça autoridades policiais do AM

By -

Sec. Sérgio Fontes

Policiais militares, civis e outros agentes da segurança pública estão na mira de integrantes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) e qualquer um deles pode ser morto a qualquer momento.

Anteontem, o Departamento da Polícia Federal recebeu uma informação sigilosa de que a liderança da facção determinou que soldados estão autorizados a matar agentes da segurança pública do Estado do Amazonas.

A ordem foi recebida também nos estados do Rio Grande do Norte e Roraima. A informação foi confirmada pelo secretário de segurança pública do Amazonas, o delegado federal Sérgio Fontes. Por telefone, o secretário afirmou o recebimento da informação, mas alegou que a polícia não será intimidada.

“Recebi essa informação do superintendente Marcelo, mas não vamos nos intimidar. O PCC tem que entender que o estado não é uma organização criminosa e que se eles quiserem vir, podem vir, estaremos preparados. O estado é um órgão de segurança e não vamos nos intimidar por conta de  um ‘salve’ que um facção de vagabundos mandou”, disse.

A facção PCC tem origem em São Paulo e raízes em quase todo território brasileiro. Atualmente a facção está em guerra com a Família do Norte (FDN) comandada por Zé Roberto da Compensa.

Segundo o secretário de segurança, todos os setores de segurança como Polícia Militar, Civil, entre outros, já foram alertados sobre a possibilidade de retaliação da facção. O setor de inteligência da Polícia Federal e Civil também estão em alerta geral.

(DO PORTAL A CRÍTICA)

Roberto Brasil