Parque dos Bilhares recebe pontapé inicial para criação do Plano Municipal de Juventude

By -

Manaus tem dado passos importantes para a consolidação de políticas públicas para a juventude. Nesta sexta-feira, 31/3, o Conselho Municipal de Juventude (CMJ) deu a largada para a elaboração do primeiro Plano Municipal de Juventude, em encontro no Anfiteatro do Parque Ponte dos Bilhares, na Chapada, zona Centro-Sul. A atenção aos jovens tem sido reforçada nesta gestão do prefeito Arthur Virgílio Neto e do vice Marcos Rotta.

Reunindo representantes de movimentos sociais, do poder público e da sociedade em geral, o evento deu o pontapé inicial para as discussões que gerarão o Plano Municipal de Juventude. Entre os intervalos, o público presente pode curtir o Maracatu Eco da Sapopema e o som das Djs Naty Veiga e Luana Aleixo.

 

Segundo o presidente do CMJ, Bruno Soares, serão realizadas pelo menos 26 audiências públicas por todas as zonas da cidade. “Cada zona receberá pelo menos duas vezes as discussões. Em seguida levaremos as audiências para órgãos e instituições de ensino e por fim realizaremos uma conferência para levantar tudo que foi apanhado e um texto base será levado ao executivo para que seja levado a votação na Câmara Municipal de Manaus”, explicou.

 

Representando o movimento social Coletivo Difusão, Michelle Andrews, falou sobre a importância da criação de um plano municipal para a juventude de Manaus. “É muito importante ter um Plano Municipal de Juventude, porque garante direitos básicos para a juventude. Com um plano você tem diretrizes básicas para dar um suporte para juventude de Manaus. Então é extremamente importante que esse plano seja criado”, ressaltou.

 

Representando o prefeito em exercício Marcos Rotta, o secretário municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), Mário Barros, afirmou que além do plano municipal, políticas públicas sejam criadas para garantir os direitos da juventude. “Precisamos criar outras alternativas, além do Plano Municipal de Juventude, para que os direitos da juventude manauara sejam garantidos com a entrada ou saída de políticos”, disse.

 

Vinculado a Prefeitura de Manaus, por meio da Semjel, o Conselho Municipal de Juventude foi instituído pela lei 2.025 de 2015 e sancionado pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, para discutir e elaborar políticas públicas voltadas à juventude manauara. O Conselho é formado por 15 representantes do poder público e 15 representantes da sociedade civil organizada, eleitos em conferência.

Mario Dantas