Parlamento Amazônico trata do desenvolvimento sustentável

By -

aleam-parlamento-amazonico-1Da Redação – Nesta quinta feira (02), na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), Parque 10 de Novembro, zona centro sul de Manaus, as reuniões começaram no Parlamento Amazônico. Participaram, deputados dos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Groso, Maranhão, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins.

A reunião acontece no miniplenário Cônego Azevedo, da Aleam (02 e 03 de julho), e tem como objetivo definir o calendário de atividades para o biênio 2015/2016. Um semanário será realizado no dia 26 de agosto, na cidade de Boa Vista, Estado de Roraima, onde o debate será em torno dos temas como: exploração mineral, demarcação de terras indígenas, insumos agrominerais, liberação da BR-174 para tráfego, em tempo integral, no trecho da reserva indígena Waimiri Atroari, hidrovias do Madeira, linhão de Boa Vista/Manaus e BR-319.

aleam-parlamento-amazonico-2Segundo o deputado Sinésio Campos (Pt) “os temas da pauta como a Suframa, estradas interestaduais, educação e temas como a da mulher, não interessam apenas ao Amazonas, são temas importantes e diferenciados da região. A biodiversidade pode ser uma alternativa de emprego e renda e precisamos debater também a exploração de riquezas minerais nas terras indígenas”.

O deputado do estado de Roraima Coronel Chagas (PRTB), disse “temos muito a discutir, Roraima tem mais de 75% de sua área comprometida com a população indígena, mas sem titulo, portando existe insegurança jurídica na terra, os produtores não têm títulos definitivos e estamos esperando da Funai varias respostas”.

aleam-parlamento-amazonico-5Um dos problemas que irá apresentar Chagas, para o debate, será o serviço de energia fornecido pela Venezuela, “precisamos nos interligar ao invés de importar energia, e a Funai deve dar resposta para avançar neste tema”.

“As demandas são comuns a todos, exploração mineral, demarcação de terras e outros, sabemos que a Amazônia é o pulmão do mundo, mas paga um preço muito alto onde a população não é beneficiada, entrementes recebe todo o impacto com todas as decisões que são tomadas”, salientou o deputado do estado do Tocantins, Olyntho Neto.

aleam-parlamento-amazonico-6O deputado do Amapá, Doutor Finlan (PTB) disse, “é uma oportunidade de troca de experiências entre as assembleias legislativas com pautas comuns, mas a nossa demanda a ser apresentada é a necessidade de cooperação técnica, científica, saúde, educação, isto é, medidas que realmente possam melhorar a vida das pessoas que moram nesta região”. (Mercedes Guzmán – Imagens: Áida Fernandes)

Roberto Brasil