Parceria garante acesso de alunos da zona rural de Manaus ao Ifam

By -

semed-e-ifam-parceria 01A partir deste ano, os alunos da 9º série de escolas municipais localizadas na zona ribeirinha de Manaus farão visitas periódicas ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (Ifam) para que possam despertar o interesse em cursarem do ensino médio técnico. Além dessa aproximação, os alunos terão uma cota específica de vagas no processo seletivo Ifam, graças a parceria firmada com a Secretaria Municipal de Educação (Semed).

De acordo com a coordenadora de Educação e Desenvolvimento Rural do Ifam, Cristiane Lima, a parceria é boa para os dois órgãos, uma que o Ifam receberá alunos com o perfil desejado e a Semed oportunizará acesso aos estudantes a uma instituição de ensino de excelência.

“Nós estávamos enfrentando uma dificuldade aqui no campus com relação ao quantitativo e o perfil dos alunos. Aí pensamos nessa parceria com a Semed de trazer alunos de escolas rurais para passarem um dia no campus e conhecer a realidade agrícola e pecuária. Vamos fazer palestras apresentar os cursos, programas e eventos, além de promover oficinas”, explicou ao destacar que o objetivo é que os alunos se interessem e ano que vem possam estudar no instituto cursando o ensino médio integrado.

Para a chefe da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Rural, Edilene Pinheiro, a parceria é uma vitória para os estudantes da zona rural de Manaus, que poderão cursar o ensino médio tecnológico e depois voltar para as comunidade e aplicar o aprendizado.

“Eles participam de oficinas dos cursos que o Ifam oferece para conhecerem a instituição e ver onde eles podem se inscrever para participar do processo seletivo, por meio dessa parceria que foi feita. Isso é muito bom. Eles terão a oportunidade de fazer o ensino médio técnico numa instituição que tem credibilidade. O bom é que já vão sair técnicos e poderão voltar para trabalhar na sua comunidade e orientar os demais que não tiveram a mesma oportunidade”, disse.

semed-e-ifam-parceria 02Oficina 

A primeira escola a visitar o Ifam foi a João Paulo 2º, que fica no bairro do Puraquequara. Na manhã desta quarta-feira, 30, a direção da unidade de ensino levou 19 estudantes para conhecer o Instituto federal. Após tomarem café, eles foram divididos em quatro grupos e foram a campo conhecer como funciona uma aula de um curso tecnológico.

O estudante Rafael de Jesus Costa, 14, ficou no grupo de Meliponicultura na Amazônia, onde aprendeu um pouco sobre as abelhas. Ele e mais quatro colegas foram ensinados pelo professor doutor Rinaldo Fernandes sobre a vida das abelhas, como elas se reproduzem e quais e quantas são as espécies encontradas na região.

Ao final da aula, ele disse que ficou bastante interessado pela fórmula de ensino do Ifam e que pretende prestar vestibular para ingressar no Instituto em 2017. “Eu me interessei em estudar aqui porque posso aprender mais coisas. Vai ser melhor para o meu futuro. Eu me interessei por pecuária e plantação. Eu acho que vai ser bom morar aqui no alojamento, acordar cedo e estar perto dos meus amigos e professores”, vislumbrou.

Os demais grupos aprenderam sobre piscicultura e permacultura na Amazônia e também sobre os benefícios do pescado.

Roberto Brasil