Palestra ‘Diálogos sobre Direitos Humanos’ foi destaque na OAB

By -

Da Redação – “Dialogando sobre direitos humanos” foi a palestra ministrada na quinta-feira  (16) pelo Dr. Ricardo Rabinovich Berkman, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil- Amazonas na Avenida Umberto Calderaro, nº 2000, Adrianópolis, evento organizado pela OAB Mulher. O jurista falou do direito masculino e deu ênfase nos direitos das mulheres como reconhecimento ao papel que tem na sociedade em que vivemos. Participaram representantes da área jurídica do Amazonas, acadêmicos e publico em geral.

Para o jurista a importância da palestra é abrir espaços dentro da área do direito, apontar a visão de gênero e com abordagem dos direitos tanto do homem quanto da mulher. “O tema existiu sempre, mas o olhar agora e diferente. Temos que despertar a consciência do papel da mulher no mundo atual, nos negócios, na sociedade, em geral onde a mulher é protagonista”, disse.

Explicou ainda que espaços antes reservados para homens agora são das mulheres e afirmou que partes são hostis à mulher ou que partes ignoram o seu papel. “As respostas não são simples e normalmente não se resolvem com leis porque não conseguimos preencher as quotas da mulher nos partidos políticos. Penso que os processos são longos para que acabem com os fatores machistas que ainda estão latentes”, afirmou Ricardo Rabinovich.

Machismo e violência

“No Brasil, há contradição quando vemos uma maioria de mulheres e a energia que vem delas para salvar uma família. Quando o homem deixa de trabalhar ou quantas mulheres criaram suas filhas sozinhas? Isto é porque a história nos mostra que é a mulher quem salva uma família de qualquer situação e ainda assim o machismo quer restringir seus direitos”, salientou.

Numa analise das sociedades latino-americanas explicou que não deve se confundir com valores ancestrais que deram à mulher papeis fundamentais, pois enquanto o machismo não suporta que a mulher tenha o poder nas mãos, as culturas ancestrais ainda conseguem digerir este processo moderno.

Referente a se as leis eram importantes neste processo de diminuir a violência contra a mulher o Dr. Ricardo disse: “É difícil acreditar que uma lei que pune transforme a sociedade, as pessoas fazem o uso da força com ou sem a lei, o homem machista ira bater na mulher do mesmo jeito, não dá para confiar nas leis e desconfiar nas outras estruturas”.

A organizadora e presidente da Comissão da Mulher da OAB, Dra. Glaucia Soares, disse estarmos no mês de novembro na abertura dos 16 dias de ativismo que acompanha uma campanha mundial para falar sobre os direitos humanos. “Temos como destaque aqui no Amazonas, o Dr. Rabinovih que irá contribuir numa analise baseada no seu conhecimento e experiência como um dos juristas destacados na América Latina”.

“É uma honra receber um dos destaques da área jurídica na América Latina como o Dr. Ricardo, temos um trabalho importante junto a comissão da Mulher na OAB que esta sendo muito bem conduzido pela colega Dra. Glaucia Soares”, disse o presidente da OAB, Marco Aurélio de Lima Choy.

Ricardo Rabinovich Berkman

Ricardo Rabinovich Berkman é advogado, doutor e diretor do Departamento de Ciências Sociais da Faculdade de Direito da Universidade de Buenos Aires (UBA), área de filosofia do Direito. Co-diretor do mestrado em Cultura Jurídica na Universidade de Girona Cataluna. Primeiro diretor da Escola da Magistratura do Mercosul, entre outros.

Mercedes Guzmán

Roberto Brasil