Paço da Liberdade recebe a I Mostra Manaus de Artes Visuais

By -
A mostra ficará em cartaz até o dia 13 de junho

A mostra ficará em cartaz até o dia 13 de junho

Pela primeira vez, talentos amazonenses das artes visuais terão seus trabalhos expostos gratuitamente ao público durante a I Mostra Manaus de Artes Visuais, que começa no dia 15 de abril, às 19h, no Paço da Liberdade, Centro. O evento é uma iniciativa da Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), com curadoria de Turenko Beça.

A mostra ficará em cartaz até o dia 13 de junho e reunirá obras de 14 artistas contemplados pelo Edital Prêmio Manaus de Artes Visuais, lançado em agosto de 2014 pela fundação. Videoarte, escultura, fotografia, performance, instalação estão entre os trabalhos expostos.

Para o diretor-presidente da Manauscult, Bernardo Monteiro de Paula, a mostra é uma iniciativa que fomenta a produção e difusão do segmento na cidade. “Este é mais um marco histórico na capital amazonense, pois estamos reunindo, pela primeira vez, obras de artistas contemplados em nossos editais”, declarou Monteiro de Paula.

paço-mostra-02“As artes visuais têm se firmado como forças propulsoras do desenvolvimento cultural. Nosso papel é garantir que os artistas tenham um espaço para divulgar seus trabalhos e oferecer ao público maior diversidade e entretenimento. Além disso, é uma forma de retorno à sociedade, mostrando o que foi investido por esta gestão”, disse o diretor-presidente.

Curadoria

A curadoria da mostra é do artista plástico amazonense Turenko Beça, convidado pela Manauscult. Segundo ele, a responsabilidade foi grande e a estrutura da exposição foi pensada de forma colaborativa com os artistas, a fim de melhor atender suas necessidades.

Para Turenko, o diferencial da mostra reside na variedade de obras. “Embora sejam linguagens artísticas diferentes em cena, as obras têm como ponto comum seus novos formatos e suportes. Vamos movimentar o Paço da Liberdade, que é um lugar de arquitetura tradicional, com um diálogo com a experimentação”, afirmou o curador.

paço-mostra-03Entre os artistas que participam da exposição, estão Afrânio Santos, Darlan Guedes, Evaldo Vasconcelos, Sarah Farias, Fabiano Barros, Francisco Rider, Hadna Abreu, Keila Serruya, Monik Ventilari, Paulo Trindade, Priscila Pinto e o Coletivo Paxiúba. As obras vão desde videoartes, como “O Homem Vitruviano”, do Coletivo Paxiúba e “AFR TV”, de Afrânio Santos, a pinturas e ilustrações como a série “Manaus Metropolis”, de Evaldo Vasconcelos e Sarah Farias.

Performances

Alguns dos projetos contemplados pela mostra também incluem performances dos artistas. Segundo Turenko Beça, um cronograma será montado para definir os dias e os horários em que as apresentações deverão acontecer.

Uma delas é a “PerformanceK: BanKêtePerformátiKoAmazôniKo”, de Francisco Rider, que marca a noite de abertura da mostra. A obra, livremente inspirada em “O Banquete” de Platão, envolve uma degustação gastronômica baseada na culinária amazônica e em seus cheiros, temperos, sabores e visualidades. “O Banquete Amazônida” será a principal atração do dia 15 de abril, quando o Paço da Liberdade abre as portas para a visitação da mostra.

A I Mostra Manaus de Artes Visuais ficará em circuito no espaço durante dois meses, até o dia 13 de junho. O Paço da Liberdade está localizado na Rua Gabriel Salgado, s/n, em frente à Praça Dom Pedro, nas proximidades do Palácio Rio Branco, no Centro Histórico.

Roberto Brasil