Orquestra Barroca do Amazonas lança novo CD no Teatro Amazonas

By -

orquesta

A Orquestra Barroca do Amazonas (OBA) lança o CD Dramma, que traz um repertório de árias e concertos de alguns dos maiores compositores do século XVIII. O concerto será no palco do Teatro Amazonas, no  próximo dia 12 de junho, às 20h. A entrada é gratuita.

Gravado na Igreja do Menino Deus, em Lisboa, Portugal, de 16 a 18 de outubro de 2014, o CD Dramma traz músicas de compositores como Niccolo Jommelli (1714-1774), David Perez e Antonio Policarpo. As partituras foram restauradas pelo Laboratório de Musicologia e História Cultural da Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

A OBA é a única orquestra brasileira em instrumentos de época que tem atividade frequente ao longo do ano. Já percorreu diversas cidades do Brasil e do exterior privilegiando o repertório luso-brasileiro do século XVIII, o que inclui autores portugueses e brasileiros, ao lado de compositores italianos e espanhóis, que conviveram e influenciaram o ambiente lusófono.

Atualmente, a Orquestra Barroca do Amazonas está em turnê pelo Brasil com o projeto ‘Ópera no Brasil Colonial’, patrocinado pela Petrobras, que traz repertório inédito de músicas brasileiras do Século XVIII. Foram feitas apresentações em mais de 30 cidades brasileiras.

Sobre a OBA

A Orquestra Barroca do Amazonas (OBA) foi criada em 2009 por professores e alunos de graduação e pós-graduação em Música da Universidade do Estado do Amazonas, interessados no imenso patrimônio brasileiro do período colonial, especialmente dos séculos XVIII e começo do XIX. O grupo usa cópias fieis de instrumentos de época e leitura historicamente inspirada das fontes musicais.

 

Desde sua criação, a OBA já esteve em diversas cidades do Brasil (todas as capitais da Amazônia Legal) e do exterior (Lisboa, Turim, Salamanca etc), em festivais de ópera e música sacra, se apresentando em igrejas e teatros históricos, assim como em modernas salas de concerto.

 

Em 2013 lançou o CD Dei Due Mondi, com obras de autores italianos e ibéricos, que influenciaram a formação do contexto lusófono em que se insere o Brasil, com opinião favorável da Early Music America Magazine. Em 2014 gravou o CD Ópera no Brasil Colonial, com patrocínio da Petrobras. Também realizou cinco concertos em cidades europeias no mês de outubro/2014: Lisboa, Queluz e Porto, em Portugal, e Sevilha, na Espanha.

Mario Dantas