Orla de Humaitá pode desabar

By -

orla-de-humaita-interditada 01Os buracos e rachaduras ocorridas com a erosão na orla de Humaitá preocupam moradores do município e o prefeito da cidade. As rachaduras no cartão postal da cidade acenderam as luzes vermelhas de PERIGO, o que culminou com seu isolamento temporário.

O prefeito de Humaitá Dedei Lobo (PMDB) disse que, a área permanecerá isolada para evitar um possível acidente no local, acrescentou ainda que, as obras de recuperação deverão acontecer quando o rio Madeira baixar suas aguas ainda mais, para que os serviços de RIP-RAP possam ser realizados e sua revitalização reordenada com a conclusão dos trabalhos, finalizou.

orla-de-humaita-interditada 02O aposentado Sebastião Pereira, de 51 anos, contou que diariamente realiza caminhada pela orla da cidade, e que algumas vezes foi necessário sair da calçada e andar pela rua para driblar as rachaduras expostas, encontradas ao longo de sua jornada esportiva matinal.

“Aqui a gente corre muito risco com essas rachaduras. As crianças, principalmente, de cair e se bater. Quando a cheia do rio, estava alta as rachaduras eram quase imperceptíveis, mais agora foram assustadoras, ainda bem que a prefeitura isolou o local.” disse Ferreira.

orla-de-humaita-interditada 03As aberturas causadas pela “erosão” do rio Madeira contra a calçada se expandem lentamente. Em um dos trechos da orla, a erosão já comprometeu a calçada e parte do asfalto, além das grades do local.

A Secretaria municipal de Infraestrutura (Seminf) informou que até o final do primeiro semestre de 2016 pretende iniciar obras de recuperação e revitalização da orla.

A revitalização é prevista para um trecho de aproximadamente 100 metros. O projeto de recuperação já está sendo realizada, a obra será orçada em breve e a licitação deve ocorrer até final de julho.

(Com A Crítica de Humaitá)

Roberto Brasil