Órgãos terão operação especial no domingo

By -

Equipes da Prefeitura de Manaus estarão nas ruas, neste domingo, 27, ajudando a manter a organização da cidade durante e após o segundo turno das Eleições Suplementares para governo do Estado.

O trabalho de limpeza começa ainda pela manhã, com reforço após o pleito. Paralelamente, agentes de trânsito estarão nos principais pontos da cidade controlando o fluxo de veículos.

Segundo o planejamento preparado pela Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), a coleta domiciliar no domingo será em regime especial. Os serviços de jardinagem e o Departamento de Cemitérios terão equipes de plantão. Já os demais serviços (capinação, limpeza de igarapés, coleta seletiva, corte e poda) retornarão com os roteiros normais na segunda-feira, 28/8.

No dia de votação, o serviço de varrição da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) atende, durante o dia, as demandas de feiras, mercados, do Centro e complexo turístico da Ponta Negra. O subsecretário operacional da Semulsp, José Rebouças, explicou que demandas do pleito serão atendidas caso haja necessidade, durante o dia, mas a operação de limpeza terá início após o término da votação.

“Teremos plantão para cobrir eventuais problemas o dia inteiro. Mas esperamos um segundo turno tranquilo, assim como na primeira votação, em que quase não identificamos derrame de santinhos e outros materiais de campanha”, destacou.

Logo após o término da votação, a Semulsp coordenará a operação de limpeza com o intuito de deixar a cidade limpa já na madrugada de segunda-feira, 28, seguindo o mesmo padrão da operação montada para o primeiro turno. Para esse trabalho, cerca de 100 funcionários serão mobilizados. Locais como os arredores do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) e alguns dos maiores colégios de votação recebem as equipes de limpeza primeiro. 

Vias monitoradas 

O monitoramento do tráfego nas vias mais movimentadas da cidade será reforçado neste domingo, 27, com aproximadamente 300 agentes de trânsito a partir das 6h até às 23 horas.  A ação faz parte do planejamento da Prefeitura de Manaus, por meio do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), para garantir segurança nas vias para condutores e pedestres no segundo turno das eleições suplementares.

Além do monitoramento, os agentes poderão atuar com fiscalização para coibir estacionamento irregular que provoque prejuízos à fluidez das vias.  Em todas as zonas eleitorais não haverá interdição de ruas nem alteração na circulação.

A presença dos agentes será intensificada nas áreas próximas aos maiores colégios eleitorais de Manaus. Os agentes também vão colaborar para a travessia de pedestres na frente dos locais de votação situados em corredores de tráfego.

No dia da eleição o Manaustrans atuará em parceria com outros órgãos envolvidos no planejamento da segurança da cidade. Para solicitar a presença de agentes de trânsito, o contato pode ser feito pelo telefone 0800 092 1188.

Transporte coletivo

O sistema de transporte coletivo será monitorado pela Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), que irá acompanhar o fluxo de passageiros ao longo do dia, principalmente nos horários de maior movimentação de eleitores na capital. Não haverá gratuidade no transporte.

O número de ônibus que circularão durante o 2º turno das eleições suplementares tomará como base a demanda de passageiros do 1º turno, quando 386 mil passagens foram registradas nas catracas, número equivalente a 55% da quantidade registrada em dias úteis comuns.

Ao todo, 60 funcionários da SMTU atuarão durante o pleito. Haverá o monitoramento eletrônico via GPS dos ônibus feito no Centro de Controle Operacional (CCO) da SMTU, além de fiscais de transporte nas garagens das empresas, terminais de integração e finais de linhas para acompanhar o cumprimento da frota e esclarecer dúvidas dos usuários.

O Serviço de Atendimento Comunitário (SAC) da SMTU, que faz atendimento pelos telefones 118, 3653-4289, 3654-7152 e whatsapp 98802-3504, estará de plantão de 8h às 17h para receber denúncias, reclamações e sugestões da população.

Roberto Brasil