Operação policial apreende 29 tabletes de drogas no Porto de Manaus

By -
apreensao-de-drogas-porto-de-manaus-1A Polícia Civil do Amazonas, por meio de integrantes do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), em ação conjunta com servidores lotados na Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai) da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM) e policiais militares que atuam no Canil e 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), apreendeu na manhã desta quarta-feira, dia 9, 29 tabletes de drogas, entre pasta base de cocaína e maconha do tipo “skunk”, avaliados em cerca de R$ 180 mil, oriundos do município de Tabatinga, distante 1.108 mil quilômetros em linha reta da capital.

 
Durante coletiva de imprensa realizada na tarde desta quarta-feira, às 14h30, no prédio da Delegacia Geral, na zona centro-oeste, o diretor do Denarc, delegado Paulo Mavignier, informou que a ação foi desencadeada por volta das 6h, assim que o barco Monte Sião 2 ancorou no Porto de Manaus. Conforme a autoridade policial, as investigações em torno do caso iniciaram há cerca de 60 dias, após o recebimento de denúncias anônimas.
apreensao-de-drogas-porto-de-manaus-2“Iniciamos as investigações para monitorar um grupo criminoso que atua em Tabatinga e que está enviando, via fluvial, entorpecentes para Manaus. Esse bando costuma trazer grandes quantidades de drogas de outros países, principalmente da Colômbia, e armazena esse material ilícito perto dos municípios de Coari e Japurá. Após isso, os infratores fracionam as quantidades das drogas com 10, 20 ou 30 quilos e trazem para capital em embarcações, sem levantar suspeitas”, informou o diretor do Denarc.
Paulo Mavignier explicou que as equipes do Denarc e Seai receberam informações de que uma certa quantidade de drogas estaria chegando hoje à capital. “Então nos dirigimos ao Porto de Manaus, por volta das 5h, e assim que o barco chegou na cidade efetuamos a vistoria em parceria com os policiais militares da 24ª Cicom e Canil. A pessoa que trouxe a droga na embarcação, ao perceber a presença da polícia no local, conseguiu empreender fuga. Entretanto, o dono das drogas e o indivíduo que enviou o material ilícito já foram identificados. Agora irei representar junto à Justiça os mandados de prisão em nome dos infratores”, ressaltou a autoridade policial.
O capitão Carlos Malheiros, representante da 24ª Cicom, informou ao longo da coletiva de imprensa que os cachorros do Canil da Polícia Militar encontraram os entorpecentes na parte superior da embarcação, armazenados dentro de três malas. A droga apreendida durante a ação será encaminhada ao Instituto de Criminalística (IC) da SSP-AM, onde irá passar por perícia técnica.

 

Roberto Brasil