Operação Jaleco da Polícia Civil prende médicos que cobravam para fazer cirurgias em hospitais públicos

By -
A quadrilha de médicos atuava nos hospitais públicos

A quadrilha de médicos atuava nos hospitais públicos

Da Redação – O Polícia Civil do Amazonas deflagrou nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (26) a Operação Jaleco. A operação refere-se ao inquérito policial aberto para apurar crimes de corrupção passiva de funcionários públicos que cobravam para fazer cirurgias nos hospitais do governo.

operaçao-jaleco-01Foram detidos mediante mandato de prisão os médicos Odilon de Oliveira Gomes, 67, Denis Almeida dos Santos, 46, e Armando Andrade Araújo, 67. Os três encontravam-se em suas residências quando foram presos.

Segundo Orlando Amaral, os três são comprovadamente perniciosos para se manterem no meio dos médicos e até no meio da população

Segundo Orlando Amaral, os três são comprovadamente perniciosos para se manterem no meio dos médicos e até no meio da população

Segundo o delegado-geral Orlando Amaral, os médicos já vinham sendo monitorados há cerca de um ano pela cobrança indevida de serviços na rede pública de saúde e SUS, além da acusação de prática de estupro e formação de quadrilha. “São crimes graves que estão sendo atribuídos a esses médicos. São elementos comprovadamente perniciosos para se manterem no meio dos médicos e até no meio da população”, destacou Orlando Amaral.

Os três médicos devem cumprir pena em prisão especial por terem formação superior. (Roberto Brasil – Imagens: Divulgação)

Roberto Brasil