Open Internacional de Jiu-Jítsu reúne 278 atletas em Manaus

By -

open-internacional-jiu-jitu-manaus1A capital amazonense recebeu no último sábado (06), a segunda edição do Manaus International Open Championship, evento realizado pela International Brazilian Jiu-Jítsu Federation (IBJJF) em parceria com a Confederação Brasileira de Jiu-Jítsu (CBJJ). A competição reuniu um público estimado em mil pessoas, das quais 278 competiram em dez categorias da modalidade.

O campeonato contou com o apoio da Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), e possibilitou aos atletas, nos naipes masculino e feminino, a chance de pontuação para o ranking da IBJJF, a partir do qual o atleta poderá garantir vaga para o próximo Campeonato Mundial de Jiu-Jítsu, que será realizado em 2015.

Grandes nomes do jiu-jítsu amazonense prestigiaram a disputa, como Mestre Osvaldo Alves, que detém a faixa vermelha 10º Dan – nível máximo que um atleta da modalidade pode alcançar. Para ele, a realização do evento no Amazonas é um importante salto para elevar ainda mais o esporte como potência.

open-internacional-jiu-jitu-manaus2“O Amazonas já tem grandes nomes reconhecidos mundialmente nos esportes que envolvem lutas, como Ronaldo Jacaré, Alexandre Ribeiro, Saulo Ribeiro, Bibiano Fernandes, Omar Salum, Thiago Reinaldo, entre outros. Então é mais que justo a Confederação Brasileira realizar edições do Open de Jiu-Jítsu aqui em Manaus”, ressalta Osvaldo Alves, justificando que Manaus é a capital do Estado que mais vem ganhando destaque em competições de nível nacional e internacional.

O secretário da Semjel, Elvys Damasceno, destacou a importância do torneio. “É um evento de suma importância para o esporte amazonense, que conta com uma organização competente e tem chancela da Federação Internacional de Jiu-Jítsu. Nesta competição, os melhores atletas participam e a arbitragem julga a qualidade e não a quantidade”, declarou.

“Ano que vem os atletas faixa preta da modalidade só poderão lutar o Mundial de Jiu-Jítsu se tiverem pontos a altura e esse campeonato é uma ótima oportunidade para pontuar”, acrescenta Damasceno.

Segundo o coordenador de eventos da CBJJ, Filipe Abdalla, Manaus foi escolhida para sediar a edição do evento por ser considerada uma cidade de alto rendimento e de grande contribuição para o jiu-jítsu. “O jiu-jítsu é muito forte aqui e para valorizar e incentivar ainda mais a prática do esporte na cidade, a CBJJ optou por realizar a segunda edição da competição”, afirmou.

Roberto Brasil