Olimpíada de língua Portuguesa é tema de Feira promovida pela Escola Ruy Araújo

By -

olimpiada-de-lingua-portuguesa

 

Com o tema “O lugar onde eu vivo e suas diversidades culturais”, a Escola Estadual Ruy Araújo, localizada no bairro da Cachoeirinha, Zona Sul de Manaus, realizou nesta sexta-feira (23), a segunda edição de sua Feira de Ciências Humanas e suas Linguagens. O evento contou com apresentações nas áreas de Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Sociologia, Filosofia, História e Geografia.

Contando com a participação de mais de 450 estudantes matriculados no Ensino Médio, o evento contou com apresentações de música, teatro, exibição de filmes educativos, palestras, dentre outras atividades protagonizadas pelos alunos.

olimpiada-de-lingua-portuguesa

O tema central do evento, segundo o coordenador e professor de Língua Portuguesa, Filomeno Maia, está associado com a Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro e é uma das ações da escola para preparar os estudantes para as provas de ingresso ao ensino superior, como o Processo Seletivo Contínuo (PSC), da Universidade Federal do Amazonas (Ufam); Sistema de Ingresso Seriado, da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

“O tema da Feira de Humanas é uma adaptação da temática trabalhada na Olimpíada de Língua Portuguesa, no entanto, os professores de cada disciplina fizeram adaptações do tema conforme a atividade e o conteúdo que estão trabalhando em sala de aula. Divididos em grupos, os estudantes puderam escolher, juntamente com o seu professor, o tipo de apresentação que fariam a partir do tema central. Todos os conteúdos expostos na feira são os mesmos trabalhados em sala de aula e é uma forma de preparar os alunos para as provas de vestibular”, explicou o professor Filomeno Maia.

olimpiada de lingua portuguesa

Literatura

Na disciplina de Língua Portuguesa, os estudantes fizeram apresentações baseadas em grandes obras literárias, como “Dois irmãos”, do escritor Milton Hatoum, e “Cobra Norato”, livro do poeta modernista brasileiro Raul Bopp, que retrata um drama épico e mitológico nas selvas da Amazônia.

Outra grande obra abordada durante as apresentações foi o clássico do escritor Machado de Assis , “Dom Casmurro”. Segundo o aluno do 2º ano do Ensino Médio, Adriel Leal, 17, a atividade lhe proporcionou um grande aprendizado. “Além de fazer uma leitura aprofundada da obra, fizemos uma ampla pesquisa sobre Machado de Assis e as características de suas obras, principalmente a complexidade de suas personagens. Acredito que com essa atividade, que combina teoria e prática, o aprendizado é ainda maior”, explicou o estudante.

“Os 100 anos de samba” foi outro tema apresentado durante a feira. O objetivo dos estudantes, segundo o aluno Adonay Castro,15,  foi contar a história do samba no Brasil, desde o seu surgimento até o seu formato atual, retratando grandes nomes que fizeram parte desse contexto cultural, como Carmem Miranda e Chico Buarque.

olimpiada de lingua portuguesa

“Buscamos contar a história do samba, sua evolução e personagens, mostrando principalmente o contexto desse ritmo inserido na formação da cultura do país. Foi um trabalho colaborativo entre equipes e o aprendizado foi muito positivo”, contou   Adonay Castro.

A feira de Ciências Humanas e Linguagens contou ainda com apresentações centradas nos seguintes subtemas: “Água: construindo consciência, ensinamento e conservação”; “A partir da obra Caramuru”; “Modo de vida cabocla”; “As influências estadunidenses no Brasil”; “Revolução Industrial”; “A partir do Realismo Machadiano de Dom Casmurro”; “Nazismo e Facismo”; “Fenicídio e Homofobia”; “Reforma Religiosa”, entre outros.

Com a média de 4,9 na última edição do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) em 2015, a escola estadual Ruy Araújo é administrada pela Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (SEDUC) e atende a mais de mil estudantes do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano) e Ensino Médio, nos turnos matutino, vespertino e noturno. 

Áida Fernandes