Oito veículos de transporte clandestino são apreendidos em várias zonas da cidade

By -

IMG_6063

Oito veículos, sendo seis kombis e duas vans, foram apreendidos nos últimos cinco dias de fiscalizações realizadas pela Prefeitura de Manaus para coibir o serviço de transporte clandestino na cidade. Os fiscais da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), com o apoio de policiais militares, percorreram as zonas Norte, Leste e Oeste da cidade.

Os veículos apreendidos foram flagrados realizando o transporte de passageiros nas avenidas Autaz Mirim, bairro Jorge Teixeira, zona Leste; Arquiteto José Henrique, conjunto Nova Cidade; Max Teixeira, Cidade Nova, zona Norte; e rua Dona Otília, bairro Campo Sales, zona Oeste.

IMG_6066

Durante as abordagens feitas no Campo Sales, condutores de dois dos veículos apreendidos chegaram se evadir do local, mas foram impedidos por policiais militares que davam apoio à operação.

Qualquer tipo de serviço de transporte de passageiros precisa ser autorizado pelo município. Cada modalidade possui uma legislação própria que norteia a operação do serviço. Além da apreensão do veículo, a legislação municipal estabelece a aplicação de 40 Unidades Fiscais do Município (UFMs), equivalente a R$ 3.718,80. A lei também determina que nos casos de reincidência a multa seja aplicada em dobro.

IMG_6057

De acordo com a chefe de fiscalização da SMTU, Claudete Sampaio, os locais das apreensões são alvos constantes de denúncias recebidas na SMTU. “Recebemos várias denúncias desse tipo de irregularidade no Campo Sales e na Autaz Mirim. Sabemos que em outras zonas da cidade também existe esta prática, mas vamos intensificar as fiscalizações, a fim de coibi-la”, destacou.

O diretor de Transportes Urbanos da SMTU, Thiago Balbi, afirmou que desde o início de março a SMTU tem reforçado o trabalho de combate ao transporte clandestino. “As operações são diárias e estão fiscalizando todas as modalidades de transporte, incluindo táxi, mototáxi, lotação, escolar, táxi-frete e fretamento”, explicou.

No ano passado, 578 veículos foram apreendidos por irregularidades na prestação de serviços de transporte em diversas modalidades.

 

Mario Dantas