Oficinas de trançados e pinturas corporais dos povos indígenas no Centro Cultural Povos da Amazônia

By -

arte-indigena 1A cultura indígena está cada vez mais inserida no cotidiano da sociedade, seja ela por meio da fala, no alimento ou da arte. E neste contexto, o Governo do Estado do Amazonas, por meio da Secretaria de Cultura, promove a Oficina de Pinturas e Trançado Indígena, entre os dias 16 e 19 de junho, no Centro Cultural Povos da Amazônia (CCPA), nos horários de 9h, 13h e 15h.

No Brasil há uma grande diversidade de tribos indígenas, e no geral elas se destacam na arte da cerâmica, trançado e até enfeites corporais. Esses objetos artísticos são dotados de simbologias, sejam elas sociais ou ritualísticas, de caráter sobrenatural e sagrado.

Artesanato Trançado

A variedade de plantas que são apropriadas ao trançado no Brasil dá ao índio uma inesgotável fonte de matéria prima. Através dela eles constroem casas e uma grande variedade de utensílios, como cestos, armadilhas para caça e pesca. Além de objetos de adorno pessoal (cocares, tangas, pulseiras), redes para pescar e dormir, instrumentos musicais para uso em rituais religiosos, entre outros.

Durante as aulas, haverá demonstração das técnicas do trançado da etnia Desana e confecção artesanal. As aulas de Trançado ocorrem nesta terça-feira (16) e quinta-feira (18).

Pintura corporal – Os índios pintam seus corpos com a tinta avermelhada do urucum, a tinta negra esverdeada do suco do jenipapo e a tinta branca da tabatinga. O significado da escolha dessas cores é da pintura corporal representar a alegria presente nas cores vivas e intensas da natureza, e também, para a beleza e defesa contra o sol, insetos e “espíritos maus”. Boa tinta, boa pintura, bom desenho garantem boa sorte na caça, na guerra, na pesca, na viagem.

Para as aulas, além de demonstração das técnicas básicas de pintura, os alunos farão pinturas corporais ou grafismos em papel. As aulas de Pinturas acontecem nos dias 17 e 19 de junho.

Para o secretário de cultura, Robério Braga, as técnicas indígenas retratam diversidade e história do povo amazonense. “As aulas ministradas com técnicas indígenas mostram o quanto temos uma cultura forte e, sobretudo, interessante. Esperamos que os alunos aproveitem e usufruam de tudo aquilo que será ministrado aqui”.

Para inscrições e mais informação acesse: facebook.com/culturadoamazonas e o Portal da Culturawww.cultura.am.gov.br

 

Roberto Brasil