OAB-AM realiza protesto à violência contra às mulheres

By -

oab-protesto 1A Ordem dos Advogados do Brasil seccional Amazonas (OAB-AM) realizou na manhã deste sábado (28) protesto em Manaus à violência contra a mulher. Promovido nas proximidades da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM), a mobilização reuniu cerca de 100 pessoas na distribuição de panfletos em um “apitaço” para alertar a sociedade sobre a importância de lutar contra esses tipos de crime.

A manifestação é resultado de indignação com a denúncia de um caso em que uma adolescente de 16 anos teria sido estuprada por mais de 30 homens no Rio de Janeiro. Segundo a vice-presidente da OAB-AM, Adriana Lo Presti Mendonça, o caso é um dentre diversos que muitas vezes podem nem chegar ao conhecimento público.

“Este é um ato não só sobre a denúncia no Rio, mas contra todos os tipos de violência que as mulheres sofrem diariamente no Brasil inteiro. O que nos alegra, porém, é que o número de mulheres que denunciam seus agressores tem aumentado, o que mostra que essas vítimas sentem mais segurança em quebrar o silêncio e punir os culpados”, disse.

oab-protesto 2O presidente da OAB-AM, Marco Aurélio Choy, contou que vê o apitaço como uma forma de chamar também a atenção dos poderes públicos para a questão da violência contra a mulher.

“Temos que mobilizar todos em relação a esse assunto. Precisamos otimizar diversos processos, como a liberação de laudos, o sistema de realização de retrato falado e o aparelhamento da segurança do Estado para os casos de violência contra a mulher”, pontuou.

O evento contou ainda com a participação dos multiplicadores da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (SEMMASDH). Segundo a titular da pasta, Goreth Garcia Ribeiro, a iniciativa trata-se de uma ferramenta de proteção da mulher.

oab-protesto 3“Procuramos empoderar a mulher para que ela denuncie e tenha seus direitos garantidos. Nossa responsabilidade oferece assistência jurídica, psico-social e no esclarecimento dos direitos dela justamente para que ela sinta-se segura”, disse.

O apitaço marcou um dos objetivos da campanha “A Ordem É Quebrar o Silêncio”, lançada em março deste ano pela OAB-AM. Segundo a presidente da Comissão da Mulher Advogada, Maria Glaucia Barbosa, as atividades terão continuidade durante todo este ano.

“Temos o objetivo de dar visibilidade sobre esses crimes de violência e de estupro que estão muito alarmantes. Não podemos mais deixar de combatê-los. A sociedade ainda está permeada no machismo, o que faz muitas vezes com que as mulheres percam sua segurança. A OAB-AM preocupa-se intensamente em assegurar os direitos da mulher”, afirmou.

Roberto Brasil