O luxo da prisão de Eike

By -

O empresário Eike Batista já está cumprindo prisão domiciliar em sua mansão no Jardim Botânico, bairro nobre da zona sul do Rio de Janeiro; ele estava até ontem detido no complexo prisional de Bangu, zona oeste, de onde saiu para aguardar julgamento em casa, após o ministro do Supremo Gilmar Mendes ter lhe concedido uma liminar para deixar a prisão; Eike estava preso desde janeiro, por causa das investigações da operação Eficiência, desdobramento da Lava-Jato; ele é suspeito de pagar US$ 16,5 milhões a título de propina ao esquema do ex-governador Sérgio Cabral

Mario Dantas