Novo tomógrafo da FHAJ realizou 154 exames em abril

By -

A Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ), vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (Susam), já realizou 154 exames de tomografia, em 15 dias úteis do mês de abril, após a aquisição, instalação e treinamento de servidores para funcionamento do novo tomógrafo computadorizado (TC), o BRIVO CT385 (GE). O equipamento, no valor total de R$ 735 mil, foi adquirido com recursos do Fundo de Promoção Social (FPS) e integra o pacote de R$ 21,5 milhões, destacados para o setor saúde para a compra de equipamentos, medicamentos, reformas e ampliação de serviços em várias unidades do Estado. 

No Hospital Adriano Jorge os recursos do FPS são destinados à reforma e ampliação do Centro de Nefrologia e aquisição de equipamentos entre tomógrafo, Raio X, ultrassom, desfibriladores, carros de anestesia, entre outros. O valor total, somente para a FHAJ, engloba R$ 5,5 milhões. 

O diretor-presidente da FHAJ, Alexandre Bichara, destacou que o apoio do Fundo de Promoção Social (FPS), é essencial para enfrentar as turbulências financeiras e manter os atendimentos ambulatoriais, exames e cirurgias eletivas diárias. “A aquisição do tomógrafo possibilitou ampliar o número de atendimento à população amazonense nos exames complementares e de apoio diagnóstico”, disse. A partir de mês de maio, mais dois médicos integrarão o setor de tomografia para a realização de exames.   

O novo tomógrafo computadorizado foi instalado no setor de Imagem por especialistas enviados pela empresa fabricante, General Eletric Healthcare (GE). O equipamento de tomografia BRIVO CT385 tem 16 cortes com acesso de alta resolução e qualidade de imagem, redução da dose de radiação, pós-processamento automático. O modelo permite execução dos seguintes exames: tórax, abdômen, pelve, vascular, Círculo de Willis & Carótidas, aorta torácica e abdominal. 

Atendimentos – Em atendimentos ambulatoriais, de janeiro a março deste ano, foram 14.688, sendo 6.037 consultas de ortopedia. Os exames complementares e de apoio diagnóstico, até o mês de março, atingiu a marca de 86.483 atendimentos. As cirurgias eletivas, no mesmo período, alcançaram o número total de 1.202 pacientes atendidos.

Roberto Brasil