Novo sistema vai garantir merenda sem desperdício nas escolas da rede municipal de Manaus

By -

RA-Novo sistema  vai garantir merenda sem desperdício (1)

O estoque e a distribuição de merenda para todas as unidades da rede municipal de ensino ganharão um novo sistema de gestão a partir deste ano letivo. A implantação do sistema de gestão do Programa de Alimentação Escolar foi anunciado nesta sexta-feira, 5, pela secretária municipal de Educação, Kátia Schweickardt.

Na sede da subsecretaria de Infraestrutura e Logística da Secretaria Municipal de Educação (Semed), onde fica o galpão que possui mais de cinco mil metros quadrados e tem capacidade para armazenar 4,5 mil toneladas de produtos, a secretária destacou que o novo sistema, onde as escolas vão poder acompanhar de forma automatizada a quantidade de merenda no estoque, vai evitar desperdício de alimento e garantir a alimentação em todas as 494 escolas da rede.

MANAUS/AM - 05/02/2016 CENTRAL DE DISTRIBUIÇÃO DE MERENDA ESCOLAR. FOTO. KARLA VIEIRA / SEMCOM

“O estoque vai estar no sistema e cada escola vai ter acesso à quantidade a ser disponibilizada para sua unidade”, explicou a secretária.

Kátia destacou que algumas escolas estavam com dificuldades de receber a merenda e, por isso, a Semed inicia o ano resolvendo essa questão, seguindo uma determinação do prefeito Arthur Virgílio Neto. “Estamos todos, a infraestrutura, a administração e o pedagógico, muito envolvidos. Junto com a nossa meta ‘Aluno alfabetizado é  garantia de sucesso e compromisso de todos’, a merenda também é garantia de sucesso e estamos muito comprometidos com isso”, reforçou.

KV - 05-02-16 - SEMED. CENTRAL DE DISTRIBUIÇÃO DE MERENDA ESCOLAR.130372 (2)

Para que não ocorra falha no processo de distribuição, o controle de estoque foi descentralizado para todas as sete Divisões Distritais Zonais (DDZ) da Semed que coordenam escolas da rede. Ao todo serão 14 supervisores de alimentação e cerca de 100 assessores da Gestão Integrada da Escola (Gide) a fazer o acompanhamento de gestão nas escolas, que ficarão responsáveis também por manter o controle da merenda escolar.

Sistema

De acordo com o subsecretário de Infraestrutura e Logística da Semed, Franklin Pinto, o novo sistema vai poder garantir um estoque de reserva e alimentação saudável para os mais de 220 mil alunos da rede municipal de ensino. “Com esses supervisores, vamos conseguir acompanhar se as manipuladoras estão cumprindo o cardápio para poder fornecer uma alimentação com mais qualidade. Com isso, conseguimos manter um estoque de reserva, evitando desperdício e compra desnecessária”, informou.

Mensalmente a rede municipal de ensino distribuirá cerca de 350 toneladas de produtos de alimentação escolar, sendo 250 toneladas de produtos básicos, como feijão, arroz, macarrão, café, bolacha, entre outros, e 100 toneladas de alimentos provenientes da agricultura familiar, que são os perecíveis, como frutas e verduras.

O chefe da Divisão de Alimentação Escolar da Semed, Leís Batista, garantiu que a qualidade na alimentação escolar é resultado do grande investimento da Prefeitura de Manaus na área da agricultura.  Segundo ele, a prefeitura realizou para o exercício de 2016 investimento de até 50% do recurso federal para agricultura. Isso representa, no volume total, 25% de tudo que vai ser investido nessa área. “Isso vai fazer com que a gente tenha um produto de melhor qualidade para nossa rede municipal de ensino, a partir do dia 15 de fevereiro”, destacou.

Isso vai fazer com que a gente tenha um produto de melhor qualidade para nossa rede municipal de ensino, a partir do dia 15 de fevereiro”, destacou.

As aulas da rede municipal iniciarão no dia 11 de fevereiro, mas o novo sistema de distribuição e controle de estoque começará a vigorar a partir do dia 15 para evitar desperdício de alimentos perecíveis durante o final de semana. Entretanto, todas as escolas da rede já estão abastecidas para o início do calendário escolar.

Mario Dantas