Novo serviço do IML garante mais agilidade na emissão de Certidão de Óbito, declara Augusto Ferraz

By -
Dep. Augusto Ferraz

Dep. Augusto Ferraz

O Instituto Médico Legal (IML) em parceria com o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), passou a disponibilizar desde a quarta-feira (23), um importante serviço à sociedade amazonense. Trata-se de uma filial do 12º Cartório de Registro Civil que servirá, exclusivamente, para emissão de Certidão de Óbito naquele órgão.

Na ocasião estiveram presentes o autor da indicação ao TJAM, deputado estadual Augusto Ferraz (DEM), o vice-governador do Estado, Henrique Oliveira (SDD), o secretário de Estado de Segurança, Sérgio Fontes, o Corregedor do Tribunal de Justiça Desembargador Flávio Pascarelli, a diretora do IML, Dra. Maria Margareth Vidal, entre outros.

A ideia para a instalação de um cartório nas dependências do IML partiu de uma iniciativa do deputado estadual Augusto Ferraz (DEM), e foi colocada em prática pelo corregedor do Tribunal de Justiça, desembargador Flávio Pascarelli. Para o parlamentar, a união entre os poderes Legislativo e Judiciário representa um ganho para a sociedade, e essa parceira entre a Polícia Civil junto com o Tribunal de Justiça, vai fazer a diferença na vida das pessoas que perdem seus entes queridos, minimizando a dor e o sofrimento.

De acordo com o vice-governador Henrique Oliveira, há tempos os amazonenses sofriam com a burocracia para a liberação dos corpos de seus entes queridos, e no momento de maior tristeza, ainda precisavam fazer uma peregrinação pelos cartórios de Manaus em busca da Certidão de Óbito, e agora com o novo sistema, tudo será mais ágil.

O secretário de Segurança, Sérgio Fontes, ressaltou os valores da cidadania que o novo serviço devolve às pessoas, uma vez que significa menos tempo perdido e mais respeito à dignidade da pessoa.

Os números, segundo a diretora do IML Dra. Maria Margareth Vidal, revelam a necessidade do novo serviço: por mês a média do número de óbitos gira em torno de 250, sendo que em agosto o Instituto Médico Legal registrou a maior marca do ano, com mais de 300 casos de óbito.

Pioneiro na região Norte do Brasil, o cartório funcionará nas dependências do IML, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados até às 12h.

Roberto Brasil