Novo pleito para eleger conselheiros tutelares será dia 22 de novembro

By -
Segundo Goreth Garcia, a nova data vai possibilitar ajustes em todos os órgãos e também a preparação dos candidatos

Segundo Goreth Garcia, a nova data vai possibilitar ajustes em todos os órgãos e também a preparação dos candidatos

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) definiu, durante a tarde desta sexta-feira, 16, a nova data para as eleições de conselheiros tutelares de Manaus. Após reunião com o Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM), pela manhã, e com o colegiado do conselho, à tarde, a nova data do pleito ficou acertada para o dia 22 de novembro.

“No primeiro momento havia sido pedida pelo MPE que a eleição fosse realizada no dia 08 de novembro, mas como é uma data muito próxima, poderíamos ter problemas de logística novamente. Como na última semana de novembro temos a realização do Processo Seletivo da Ufam, ficaria inviável a realização do pleito. Com essa nova data teremos tempo necessário para o ajuste com todos os órgãos e também a preparação dos candidatos”, afirmou a presidente do CMDCA, Gecilda Albano.

eleicao-conselho-tutelar-goreth-garcia-2A secretária municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh), Goreth Garcia Ribeiro, também participou da reunião com o MPE-AM, na manhã desta sexta-feira. “Enquanto Prefeitura de Manaus, nós continuamos empenhados em viabilizar a logística necessária e todo o apoio necessário para a realização deste pleito. Na segunda-feira, 19, nós vamos voltar ao Ministério Público para assinar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), e hoje, a Procuradoria Geral do Município (PGM) vai analisar este documento que envolve o CMDCA e a prefeitura, enquanto proponente. Neste TAC vamos sanar todas as irregularidades e a partir dele, trabalhar para que o próximo pleito seja irrepreensível”, declarou a secretária.

Na próxima semana, Goreth Garcia Ribeiro deverá se reunir com representantes do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para discutir a disponibilidade e impressão dos cadernos de votação.

“Esse é um papel do CMDCA, mas por orientação do prefeito Arthur Neto, nós iremos facilitar esse contato entre as duas entidades. Iremos tratar sobre os cadernos de votação, que foi um dos principais problemas da eleição anterior, mas também queremos uma preparação melhor dos mesários e dos envolvidos no pleito, por meio do treinamento que deverá ser feito pelo TRE”, concluiu.

Roberto Brasil