Novo aplicativo põe a Nota Fiscal Amazonense na palma da mão

By -
aplicativo-nfaA Secretaria de Estado da Fazenda do Amazonas (Sefaz-AM) liberou nesta semana a nova versão do aplicativo oficial da Nota Fiscal Amazonense para celulares Android. Com o “app”, que pode ser baixado diretamente na Play Store do celular, os consumidores passam a contar com uma ferramenta completa para participar ainda mais ativamente da campanha de cidadania.

 
Uma vez conectado, o usuário visualiza imediatamente o valor total de suas notas fiscais no mês e a quantos bilhetes tem direito para o próximo sorteio mensal ou especial. Todas as notas emitidas com seu CPF desde o início da campanha, em 3 de agosto, podem ser consultadas facilmente, bem como os bilhetes eletrônicos de cada mês e o valor dos prêmios, caso seja sorteado. Neste caso, o próprio programa avisa o consumidor sobre a premiação.
 
“A atualização das informações é instantânea, cada vez que uma nota é emitida. Além de exercer sua cidadania e concorrer a prêmios, o consumidor também passa a acompanhar seu consumo de forma bastante prática. É uma comodidade e uma segurança a mais”, ressalta o chefe do Centro de Estudos Econômicos-Tributários, Sérgio Figueiredo.
 
QR-Code e denúncias – O programa também permite a leitura do QR-Code da nota, caso o consumidor deseje conferir a validade do documento. A Sefaz-AM alerta que, em caso de falha na leitura, o erro se deve ao próprio QR-Code impresso de forma incorreta. Neste caso, o lojista deverá solicitar imediatamente a seu fornecedor de software a correção do problema.
 
O consumidor que não receber sua nota fiscal, ou tiver recusado seu direito de informar o CPF na nota, pode denunciar o estabelecimento infrator pelo próprio aplicativo. O andamento da apuração também pode ser acompanhado pelo usuário.
 
Desenvolvido em parceria com a Prodam, o aplicativo está disponível até o momento para a plataforma Android. Até o final do ano serão liberadas as versões para iPhone e Windows Phone. Desta forma, todos os consumidores que tiverem smartphones poderão se conectar em tempo real à campanha.

Roberto Brasil