NOTA DE DESAGRAVO – Adepol-AM

By -

Sem título

A Associação de Delegados de Polícia do Estado do Amazonas – Adepol-AM –, entidade filiada à Adepol do Brasil, em cumprimento ao que rege seu estatuto e visando a ordenação dos fatos veiculados em meios de comunicação amazonenses, vem a público DESAGRAVAR o Excelentíssimo Senhor Delegado Sérgio Fontes, atual Secretário de Segurança Pública do Estado do Amazonas e 2° Vice Presidente desta instituição, diante das informações descontextualizadas a respeito de sua postura enquanto gestor dos órgãos de segurança amazonenses.
A referida autoridade policial, ao longo de sua carreira como Delegado de Polícia Federal, sempre se notabilizou pela intransigente defesa da categoria, agindo em flagrante apoio à carreira dos delegados civis e federais, com atuação destacada, inclusive, como Superintende da Polícia Federal para os estados de Amazonas e Roraima, coordenando ações de vultosa importância contra as atividades ilícitas recorrentes na região, especialmente ligadas ao tráfico de drogas e seus desdobramentos, oriundas da privilegiada posição geográfica da região frente aos centros produtores e exportadores.
Há de considerar, ainda, que a reunião citada na matéria “Governador José Melo é uma verdadeira máquina de produzir crise: SINDICATO DOS DELEGADOS DE POLÍCIA – SINDEPOL, pode pedir dano moral coletivo contra o Estado e contra o Secretário de Segurança Sérgio Fontes”, publicada no portal de notícias do jornalista Jander Vieira, não leva em consideração a posição gestor de Fontes, e sua natural preocupação em otimizar cada vez mais o processo de inteligência e investigação da Polícia Judiciária amazonense, priorizando unicamente a melhoria dos serviços prestados à população.
Cabe a qualquer gestor o papel de incentivar, estimular e cobrar de seus subordinados soluções que elevem cada vez mais os resultados positivos em sua seara. Chega a ser leviana – e ofensiva à categoria como um todo – a afirmação de que delegados de polícia amazonenses estejam, por opção, boicotando o próprio trabalho como forma de pressão ao Governo, que tem se esforçado para reduzir custos diante de uma notória crise que afeta não apenas o Amazonas, mas todo o país, demonstrando uma posição eivada de subterfúgios para mascarar o descontentamento de alguns servidores.
Não obstante, o currículo do Exmo. Delegado Sérgio Fontes, bem como sua biografia, são prova suficiente de sua ilibada e intensa labuta em prol da carreira de Delegado, da segurança pública e da sociedade amazonense e brasileira como um todo, como pode ser observado não apenas em seu trabalho no serviço público, mas também por meio de entidades de classe com alta representatividade, como a Associação de Delegados da Polícia Federal (ADPF) e a própria Adepol-AM.
Pelo exposto, a Adepol-AM reforça seu papel de resguardar e esclarecer os reais fatos ocultos no decorrer do texto publicado, em defesa de seu associado, da estabilidade do sistema de segurança amazonense como um todo, visando, acima de tudo, a tranquilidade da população e colaboração com o processo de defesa da sociedade de bem do nosso Estado. Não abdicaremos de recorrer a todos os meios legais cabíveis visando a reparação pelos danos causados ao nosso associado e o restabelecimento da verdade, acima de tudo.
A Diretoria

Mario Dantas