No sábado, o Projeto Jaraqui vai discutir cultura, política e o registro da presença religiosa na Amazônia

By -

projeto-jaraqui-blogdafloresta02Na agenda do Projeto Jaraqui deste sábado (8), das 10 às 12h, na Praça da Polícia, no Centro História de Manaus, a cambado do Jaraqui promove inicialmente a Ginga de Capoeira sob a direção do mister Berg e a coordenação do mestre Ronaldo Vargas. Na oportunidade será feito também ampla mobilização social visando à aprovação do Projeto de Lei das 10 medidas de combate à corrupção que tramita no Congresso Nacional de iniciativa popular com aval do Ministério Publico, a ser intensificado em todo o Brasil no dia 10 de outubro mais ainda, o tributo que se fará ao Dr. Ulisses Guimarães pelo centenário de seu nascimento.

Para o ato foi convidado um dos diretores do Sindipetro Amazonas Aldemir Caetano que esteve em Brasília posicionando-se contra a privatização da Petrobras. E para encerrar esta edição do Jaraqui, a partir das 11h. o Dr. Miqueias Fernandes com sua extensa rede de amigos estarão na Praça do Jaraqui fazendo o lançamento da obra do ex- prefeito de Manaus, José Fernandes sobre o Pastor Benjamim Matias Fernandes,  seu pai, sob o título: A Saga de um Apóstolo Pentecostal na Amazônia. O Pastor Benjamim Matias é um dos primeiros missionários que viu nascer Autaz Mirim, na casa de seus pais, em 1925, a Igreja Assembleia de Deus, sendo mais tarde parte da primeira geração de obreiros desta Igreja pentecostal. Esta Saga como diria o professor Arthur Cézar Ferreira Reis faz parte da Conquista Espiritual da Amazônia a ser analisada não só pelos desígnios da fé, mas, pela geopolítica que a prática religiosa encerra numa perspectiva humanitária e salvífica, vem pra Praça,

Roberto Brasil