No Coreto do Jaraqui, a “Consciência Negra” é homenageada

By -

coreto-jaraqui-consciencia-negroAs celebrações do Movimento Negro no Amazonas encerram-se com as manifestações do Projeto Jaraqui, neste sábado (21), na Praça da Polícia – no Coreto do Jaraqui – das 10 às 12h, quando as representações do Movimento Afro e dos Quilombolas farão suas homenagens a “Consciência Negra” resgatando a luta do Zumbi dos Palmares na perspectiva de assegurar as políticas compensatórias em favor desses povos, bem como a afirmação de seus Direitos Constitucionais quanto à cultura, educação, religiosidade, seguridade social, entre outros, combatendo o preconceito, o crime, assim como toda forma de discriminação. 

Em particular, o Projeto Jaraqui fará um tributo ao líder negro do Amazonas Nestor Nascimento, que foi um dos primeiros a levantar a voz contra a criminalização dos negros no Estado, a mobilizar o povo negro para participar de Movimentos Socais por meio de suas organizações de cor e de santo no formado do MOAN (Movimento Alma Negra) e outras organizações afins, tanto na sociedade aberta como nas Escolas e na própria Universidade Federal do Amazonas. 

A luta pelo Direito do Nego Nestor, como era conhecido, ganhou dimensão internacional, participando nos Estados Unidos da América, como representante do Brasil no Fórum das Nações. Vários pronunciamentos serão feitos no Coreto do Jaraqui, seguidos de exposição visual ao ritmo do jogo de capoeira. 

Além das homenagens pela Consciência Negra, o Jaraqui replica as discussões sobre a conjuntura nacional e local, denunciando a trama da corrupção e da impunidade perpetrada pelos governistas com sua base aliada, exaltando o valioso trabalho da Imprensa e do Ministério Público em defesa da ética da responsabilidade.

Roberto Brasil