No Acre, mulher perde R$ 50 mil em golpe do bilhete premiado

By -

Pelo menos quatro mulheres foram até a delegacia da 4ª regional, no bairro Tucumã, em Rio Branco, na sexta-feira (1º) para reconhecer um homem suspeito de estelionato. Ele é acusado de aplicar o golpe do bilhete premiado em mulheres. Uma das vítimas disse que ele não agia sozinho e que perdeu R$ 50 mil.

“O foco deles são mulheres. Eles acompanham de onde a pessoa chega, aonde vai. Uma mulher chega com um cartão perguntando se alguém sabe aquele endereço, um moço se aproxima e se junta para ajudá-la. Ela vem com uma conversa de que é analfabeta, que perdeu os documentos, e depois que ganhou num jogo. O homem liga para o número e confirma que ela ganhou”, diz.

Ainda segundo a vítima, que não quis se identificar, a mulher diz que é evangélica e que não pode receber dinheiro de jogo. O homem propõe a compra do cartão premiado e assim dividir o prêmio. “Ele entra na história querendo ajudar e desenrola tudo isso para o golpe de R$ 50 mil. Ele vai na sedução, a gente pensa em fazer o bem e quando vê está envolvida numa trama”, lamenta.

Além dela, outras vítimas também caíram nesse mesmo golpe. “Somos quatro aqui, eu R$ 50 mil, outra R$50, uma outra R$ 20 mil e a quarta R$ 15mil e não sei outras pessoas. A sobrinha de uma agente da 4ª DP também caiu aqui e nós estamos esperando a garantia de devolução. Senhoras por favor fiquem alerta”, adverte.

A reportagem tentou ouvir o delegado responsável pelo caso, mas até esta publicação não teve sucesso.

G1

Roberto Brasil