Nadador Ryan Lochte pede desculpas após falso relato de assalto

By -
A mentira tem pernas curtas e Ryan Lochte teve que pedir desculpas

A mentira tem pernas curtas e Ryan Lochte teve que pedir desculpas

O medalhista olímpico norte-americano Ryan Lochte divulgou hoje (19) pelas redes sociais um pedido de desculpas “por não ser mais cuidadoso e sincero” ao explicar o que ocorreu no domingo passado (14) após participar dos Jogos Rio 2016. 

Lochte e mais três nadadores da equipe dos Estados Unidos haviam dito que tinham sofrido um assalto no Rio. Porém, ontem (18), a Polícia Civil informou que os atletas não foram assaltados e se envolveram em uma confusão em um posto de gasolina.

“Quero me desculpar por meu comportamento na semana passada – por não ter sido mais cuidadoso e sincero – quando descrevi os acontecimentos daquela manhã cedo [domingo, 14] e por meu papel em levar para longe o foco dos muitos atletas que cumpriam os seus sonhos de participar nos Jogos Olímpicos”, disse Lochte em um comunicado.

“Eu queria compartilhar esses pensamentos até que ficasse confirmada a situação jurídica e que ficasse claro que os meus companheiros de equipe estariam chegando em casa com segurança.”

exto de pedido de desculpa de Ryan Lochte sobre falso relato de assalto

Texto de pedido de desculpa de Ryan Lochte sobre falso relato de assalto

Em seu pedido de desculpas, Ryan Lochte disse que a experiência foi “traumática”.

“É traumática por ter acontecido com os seus amigos em um país estrangeiro – inclusive com a barreira da língua – e por ter acontecido em um ponto estranho com uma arma apontada para você e pela exigência de dinheiro para deixá-lo sair. Mas, independentemente do comportamento de qualquer outra pessoa naquela noite, eu deveria ter sido muito mais responsável e, por isso, lamento por meus companheiros de equipe, por meus fãs, por meus colegas concorrentes, por meus patrocinadores, e pelos anfitriões deste grande evento “, disse ele no comunicado.

Ryan Lochte também reconheceu que “esta foi uma situação que poderia e deveria ter sido evitada”. Ele também falou em sua responsabilidade: “Eu aceito a responsabilidade pelo papel [que exerci] neste incidente e aprendi algumas lições valiosas”.

(Com Agência Brasil)

Roberto Brasil