Mulheres irão compor metade do secretariado, afirma Amazonino

By -

Para um grupo de, aproximadamente, mil mulheres, representantes de diversos movimentos da sociedade civil organizada, o candidato Amazonino Mendes (PDT) afirmou que, se eleito, metade do seu secretariado será formado pela classe feminina.

“São talentos que estou procurando nas universidades. As mulheres estão dando ‘pernada’ nos homens. Elas são campeãs. As mulheres estão fazendo um grande trabalho, Já está provado cientificamente que são as melhores”, comentou.

A declaração se deu durante o “Encontro das Mulheres do 12”, ocorrido na casa de eventos Dulcila’s, bairro Ponta Negra, Zona Oeste, na noite desta quarta-feira (19). A reunião contou com a presença do prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), da primeira-dama Elisabeth Valeiko, da mulher do vice-prefeito Marcos Rotta, Tecla Caddah, além de parlamentares.

Emocionado, Amazonino agradeceu o apoio declarado pelas lideranças femininas e disse estar apaixonado pelo carinho dedicado por elas durante a reunião. “Eu sou grato a tudo o que vocês fizeram por mim, me dando a chance de ser três vezes governador. Agora, declaram um apoio imensurável nesta luta pela reconstrução do Amazonas”, agradeceu.

O prefeito de Manaus, Arthur Neto, ressaltou que o Amazonas precisa de tranquilidade e, principalmente, de unidade. “Não vejo agonia em Amazonino Mendes. Vejo uma serenidade absoluta de quem realmente se preocupa com o Estado. O Amazonas precisa de unidade, de tranquilidade, de forma que seja contemplado com uma gestão direcionada ao seu povo. Só Amazonino é capaz de devolver a paz necessária ao Estado”, comentou.

De acordo com uma das coordenadoras do evento, a ativista Greice Benaion, a reunião contou com representantes de vários segmentos da sociedade civil amazonense, além de mulheres dos partidos que integram a coligação “Movimento pela reconstrução do Amazonas”. “Nós queremos mostrar para o Amazonino que as mulheres do Estado estão fechadas com ele. Esse grande exército irá para as ruas em busca da eleição do nosso governador”, declarou.

Gestão para mulheres

Cinco maternidades, seis “Carretas da Mulher” e uma delegacia para apuração de crimes contra à mulher, foram algumas das realizações do candidato Amazonino Mendes (PDT), enquanto esteve como chefe dos executivos municipal e estadual.

Como prefeito de Manaus, em 2011, Amazonino implantou a primeira unidade móvel de tratamento preventivo feminino do Brasil. Amazonino concentrou em uma carreta, os serviços de mamografia, ultrassonografia e exames de coleta de material do colo de útero. Ao sair da prefeitura, Amazonino deixou seis “Carretas da Mulher” que se deslocam mensalmente para todas as zonas da capital amazonense, atendendo as pacientes nas comunidades.

Para coibir e inibir a violência contra as mulheres, o ex-governador criou uma delegacia especialmente para atender os casos da classe feminina. Ao sair do governo do Estado, em 2002, Amazonino deixou para a população amazonense cinco maternidades, ampliando o atendimento as mulheres.

Roberto Brasil