Mulheres debatem reforma administrativa da Prefeitura

By -

mulheres

Da Redação – A reunião solicitada pelos movimentos sociais à Comissão de Defesa e Proteção dos Direitos da Mulher da CMM, para discussão da reforma administrativa da Prefeitura de Manaus, no que se refere à Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres aconteceu nesta sexta-feira (10). Participaram representantes do Conselho Municipal e Estadual dos Direitos da Mulher, Semasdh, OAB, Sejusc, Fórum de Mulheres, Marcha Mundial de Mulheres, ONGs, CUT, vereadores e o secretário de governo, Sr. Márcio Noronha, representante do Prefeito de Manaus.

mulheres2

A Presidente da Comissão da Mulher na CMM, Ver. Professora Jaqueline agradeceu e salientou contribuições de todos os participantes. Em seu pronunciamento o representante do Prefeito de Manaus, Márcio Noronha explanou toda a temática da reforma e ouviu atentamente todas as reivindicações apresentadas, falou da preocupação do prefeito quanto às políticas públicas voltadas para as mulheres, se prontificou ainda, em levar toda a discussão e as solicitações ao executivo, uma vez que estão abertos a idéias e ao diálogo. As representantes dos movimentos falaram da luta pela autonomia da secretaria da Mulher.

mulheres3

A vereadora Vilma Queiroz parabenizou na audiência o Prefeito Arthur Neto, pelo comprometimento e respeito quando abriu o diálogo, através do secretario Marcio Noronha. “ O Prefeito mostrou-se sensível à causa das Políticas Públicas voltadas às mulheres colocando em destaque, em seu plano de governo, na reforma administrativa, a Secretaria da Mulher como protagonista. Vejo que a reivindicação dos movimentos é legítima, uma vez que estamos no momento de conquista pelos Direitos e a reforma do executivo consolida a existência efetiva da secretaria da Mulher”.

 

Para finalizar, a reunião foi avaliada como positiva e o diálogo permanente no âmbito municipal.

 

Autonomia e recursos próprios

 

“Uma gestão com recursos próprios, somente assim será possível continuar o combate à discriminação e à violência, a través de uma Secretaria que defenda os direitos das mulheres”, disse a representante do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Dra. Maria Glaucia Soares.

 

Manaus primeiro lugar em violência, homicídio e câncer que afeta mulheres

 

Na reunião foi lembrado, ao secretário de Governo, representante do Prefeito de Manaus, que o município de Manaus ocupa o primeiro lugar em casos de homicídio e violência contra as mulheres, assim como em registro de doenças de câncer de colo uterino e de mama. Representando as donas de casa, Elizabeth Maciel afirmou “este momento não era para acontecer, pois isto já foi discutido há muitos anos, nós somos lucro, somos as mãos trabalhadoras que mais rendem neste estado e as nossas reivindicações não estão sendo levadas à serio”

 

A representante da Semasdh, Luciana Farias explicou o trabalho que vem realizando a Prefeitura de Manaus, frente às muitas demandas em defesa dos direitos das mulheres, anunciou ainda, duas atividades em maio próximo, já programadas e aprovadas em beneficio desta população. (Mercedes Guzmán)

Mario Dantas