Mulher visitou estande de tiro antes de disparar na sede do YouTube

By -

Quatro pessoas ficaram feridas – Imagem: Reprodução/Twitter

atiradora que disparou nesta terça-feira (3) na sede do Youtube foi identificada como Nasim Najafi Aghdam, de 39 anos. Segundo informações da polícia de San Bruno, a mulher visitou um estande de tiro antes de realizar o ataque.

No ataque, três ficaram feridas após serem baleadas e uma machucou o tornozelo na tentativa de fugir do prédio, informa o G1.

Aghdam, californiana de origem iraniana, mantinha ao menos quatro canais de vídeos no YouTube. Ela se identificava como “atleta vegana e a mais conhecida e famosa ativista dos direitos dos animais na Pérsia, promovendo o veganismo e o estilo de vida saudável e humano”.

“Os investigadores descobriram que a suspeita foi a um estande de tiro ontem de manhã antes de visitar o YouTube”, afirmou o chefe da polícia de San Bruno em coletiva de imprensa nesta quarta.

Disse ainda que Aghdam usou uma arma semiautomática de 9 milímetros e que a razão do ataque seria uma chateação dela em relação às políticas da plataforma. “Nesse momento da investigação, acredita-se que a suspeita estava chateada com as práticas e políticas do YouTube. Esse parece ser o motivo para esse incidente”.

“Os investigadores também estão trabalhando para obter acesso e rever todos os posts de redes sociais associados à suspeita em um esforço de compreender melhor o motivo deste crime”, acrescentou.

Em 2017, Aghdam acusou o YouTube de discriminação. O pai da atiradora, Ismail Aghdam, disse à NBC News que ela estava com raiva porque o YouTube tinha parado de pagá-la por anúncios em seus vídeos. Ele relatou ainda que Nasim Najafi Aghdam saiu de casa no sábado e não voltou mais.

Após a família notifica seu desaparecimento, ela foi encontrada pela polícia de Mountain View, que fica a sul de San Bruno, dormindo dentro de um carro em um estacionamento. As autoridades afirmam que em nenhum momento a mulher indicou que poderia ser uma ameaça.

Roberto Brasil