Mr. Catra será investigado por vídeo exaltando facção criminosa do AM

By -

O vídeo do cantor faz apologia ao crime e está passivo de punição perante ao Código Penal Brasileiro (Foto: Érico Andrade/G1)

Os versos cantados pelo funkeiro Mr. Catra, exaltando pistoleiros e lideranças da facção criminosa FDN (Família do Norte) devem ser alvos de uma investigação mais detalhada a ser realizada pela Polícia Civil do Amazonas. A informação foi repassada pelo delegado geral adjunto, Ivo Martins.

Segundo ele, o vídeo faz apologia ao crime e o cantor está passivo de punição perante ao Código Penal Brasileiro. “O vídeo demonstra que ele faz apologia sim ao crime e muito mais a alguns criminosos (Ronny e Coquinho) que são por eles citados. Isso por si só denota a prática de infração penal tipificada no art.  287 do Código Penal”, afirmou.

Ainda conforme Martins, a filmagem será encaminhada para o Departamento de Repreensão ao Crime Organizado (DRCO) para início de investigação, que deve ser comandada pelo delegado Guilherme Torres. “Não dá pra afirmar se ele (Catra) tem envolvimento com a facção e isso precisa ser verificado”, destacou. A reportagem procurou o secretário de Segurança Pública do Amazonas, delegado federal Sérgio Fontes, mas não obteve sucesso.

Funk polêmico

O reportagem de A CRÍTICA teve acesso, nesta terça-feira (20), a um vídeo bombástico do cantor de funk Mr. Catra, no qual ele exalta traficantes da Compensa, bairro apontado pela polícia como berço do tráfico de drogas em Manaus. No início do funk, Catra cita nomes de ‘Ronny’ e ‘Coquinho’, aliados do narcotraficante João Pinto Carioca, o ‘João Branco’, um dos conselheiros e líderes da Família do Norte, facção que comanda o tráfico no Amazonas.

Ambos são mandantes de homicídios na cidade e também pistoleiros. Os dois foram presos pela polícia com pistolas no mês passado. Catra já foi enquadrado por ter nas letras de seus raps e funks trechos com apologia ao tráfico de drogas, prostituição e incentivo à violência.

(Com PORTAL A CRÍTICA)

Roberto Brasil