MP investiga pesquisa feita por telefone

By -

O Ministério Público Eleitoral decidiu abrir investigação para apurar a realização de uma “pesquisa”, feita por telefone, em que o eleitor é questionado se tem ciência do suposto apoio  do governador cassado José Melo (Pros) ao ex-governador e candidato Amazonino Mendes (PDT). O MPE entende que a abordagem pode configurar propaganda negativa para o candidato ao governo e quer chegar aos responsáveis pela “pesquisa”.  A denúncia chegou ao órgão pelo Sistema Pardal.

Ontem, a  juíza  Jaiza Maria Pinto Fraxe mandou retirar do ar, sob pena de multa diária de R$ 50 mil, propaganda eleitoral da campanha de Eduardo Braga (PMDB), que relacionava Amazonino Mendes a José Melo. E Melo ao crime organizado.

“O caso não diz respeito a uma simples crítica ácida, mas ao desvirtuamento da propaganda eleitoral gratuita”, diz Jaiza Fraxe em seu despacho. Segundo ela, o horário eleitoral gratuito, custeado pelo erário, tem outra finalidade.

SIM&NÃO/Portal A Crítica

Roberto Brasil