Movimento de Mulheres vai à CMM pedir a não extinção da Secretaria Municipal de Mulheres

By -

CMMO Conselho Estadual dos Direitos da Mulher (Cedim) vai à Câmara Municipal de Manaus na manhã desta segunda-feira, dia 06, entregar um documento para o presidente da casa, vereador Wilker Barreto, pedindo a não extinção da Secretaria Municipal de Mulheres. O conselho também prepara um ato público para chamar a atenção da sociedade para a importância da secretaria.

O Cedim tem estimulado e acompanhado a criação de conselhos e secretarias em todo o estado e considera que a prefeitura marcha na contramão do Plano Nacional de Políticas para as Mulheres, ao justificar corte de gastos para acabar com a secretaria.

“Entendemos que não se justifica a extinção das Secretarias pelo argumento da contenção de despesas. Somos sabedoras que essas Secretarias – cuja demanda é da metade da população – funcionam com o mínimo de recursos e que suas ações para se efetivarem precisam de articulação com outras Secretarias, entidades e organizações”, afirma Isis Tavares, presidente do Cedim.

No Amazonas, segundo dados da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas) até agosto de 2014 foram registrados 1.580 casos de violência doméstica e familiar. Em Manaus, de janeiro até início de agosto, 1.954 casos de agressões contra mulheres foram registrados na cidade.

O documento do Cedim afirma que “os dados evidenciam claramente que a extinção das Secretarias de Mulheres ou sua subvalorização, é um ataque e um descaso destes governantes que ferem de morte a implementação e efetivação das políticas para as mulheres, apunhalando pelas costas as milhares de mulheres que confiaram em suas promessas e depositaram o voto para que fossem representadas por eles”.

Roberto Brasil