Mostra de Química reúne mais de mil estudantes da escola estadual Desembargador André Vidal Araújo

By -
Estudantes expuseram trabalhos de pesquisa sobre os temas “Condutividade Elétrica”, “Energia Eólica”, “Alquimia”, “Produção de Álcool”, “Tabela Periódica”, “Usinas Hidrelétricas”, dentre outros.

Estudantes expuseram trabalhos de pesquisa sobre os temas “Condutividade Elétrica”, “Energia Eólica”, “Alquimia”, “Produção de Álcool”, “Tabela Periódica”, “Usinas Hidrelétricas”, dentre outros.

Envolvendo aproximadamente mil estudantes, a escola estadual Desembargador André Vidal de Araújo, localizada na Avenida Timbiras, no bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus, promoveu a segunda edição de sua Mostra de Química. A atividade pedagógica buscou contribuir com o aprendizado dos alunos, apresentando a utilidade dos fundamentos e teorias da disciplina, assimiladas em sala de aula.

Chegando à segunda edição o evento pedagógico faz parte do calendário de atividades pedagógicas da escola e teve o propósito de despertar um maior interesse dos jovens pelo aprendizado da disciplina de Química, imprimindo maior dinamicidade ao ensino.

 

Sendo o resultado de pesquisas realizadas pelos estudantes, a mostra contou com trabalhos e experimentos sobre os seguintes temas: “Condutividade Elétrica”, “Energia Eólica”, “Alquimia”, “Produção de Álcool”, “Tabela Periódica”, “Usinas Hidrelétricas”, dentre outros.

 

De acordo com a coordenadora geral da mostra, professora Elisângela Rocha, com atividades pedagógicas como esta, pautadas pela criatividade, os estudantes são motivados ao estudo e a um maior interesse pelo conteúdo ministrado no dia-a-dia em sala de aula. “Com atividades dinâmicas, conseguimos atrair a atenção dos alunos. Acreditamos que a criatividade é requisito fundamental no ensino e esse foi um dos propósitos da mostra que teve seu valor, também, ao suscitar a realização de pesquisas de campo e ao motivar os alunos a prepararem criteriosamente seus trabalhos de exposição”, disse a professora.

 

Frequentando o 2º ano do ensino médio, a estudante Ludmilla Medeiros, 15, enfatizou que a mostra favoreceu o conhecimento mais aprofundado acerca dos temas. “É uma forma interessante de aprender e de verificar a praticidade do conteúdo ministrado pelos professores. No meu caso, que na mostra apresentei trabalho com anéis de fumaça a partir de gelo seco, pude entender o experimento e associá-lo à teoria que consta nos livros. Acredito que com métodos diferenciados, nós alunos, podemos nos preparar, inclusive, com mais propriedade para provas como o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)”, disse.

 

Além da professora Elisângela Rocha, a mostra de Química, em sua segunda edição, foi coordenada pelos professores Ricardo Tavares, Elcemira Oliveira, Rennie Nogueira e Tamísio Costa.

Áida Fernandes