MORTE GRADUAL

By -

MARCELINO_RIBEIRO_BANNER_500x167

 

Ao amanhecer,é uma ardência nos olhos,

a garganta seca, haja a tomar água,

pra gastura aplacar.

 

Noutra ação paralela, 
numa alternativa singela,
quando abro a janela e sinto feder…

 

O cheiro não cessa, procuro depressa,

em ato continuo, 

penso em desatino e fico a pensar :

 

Se as autoridades governamentais, 

não tomarem ciência,

não tiverem consciência,

do que têm a fazer:

queimadas dizimarão a fauna, a flora, 

e a nossa triste história, gradualmente é morrer.

Áida Fernandes