Morre ex-embaixatriz Lúcia Flecha de Lima, amiga de Lady Di

By -

A embaixatriz Lúcia Flecha de Lima com a princesa Diana (Arquivo Pessoal/Reprodução)

A ex-embaixatriz Lúcia Flecha de Lima faleceu na manhã deste domingo, em Brasília, aos 76 anos. A esposa do embaixador aposentado Paulo Tarso Flecha de Lima, que representou o Brasil em Londres, Washington e Roma, lutava contra um câncer de útero há um ano. Lúcia é conhecida por ter sido umas das confidentes da princesa Diana durante a separação do príncipe Charles. Ela morreu em casa e, além do marido, deixa quatro filhos.

Mineira, nascida em Belo Horizonte, Lúcia também foi secretária de Turismo do Distrito Federal quando seu marido se aposentou e voltou a residir no Brasil. Atualmente, a ex-embaixatriz realizava trabalhos beneficentes em Brasília. Coordenava a Casa do Candango, uma que cuida de 300 crianças carentes, e também participava das atividades do Lar São José, um abrigo de idosos.

A embaixatriz Lúcia Flecha de Lima com a princesa Diana (Arquivo Pessoal/Reprodução)

O casal Flecha era amigo do ex-presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton e de sua esposa, Hillary, além do príncipe Charles e da princesa Diana. Eles se aproximaram do casal real durante a visita que fizeram ao Brasil, em 1991, quando Lúcia e Paulo ficaram encarregados de os acompanharem pelo país.

Além de representar o país em Londres, em Washington e em Roma, Paulo Tarso Flecha de Lima foi chefe do Departamento de Promoção Comercial do Itamaraty e ex-secretário geral do Ministério das Relações Exteriores. Um dos seus principais feitos foi a libertação de 340 brasileiros no Iraque, durante a Guerra do Golfo, em 1990, no qual contou com a presença e apoio de sua esposa.

VEJA

Roberto Brasil