Monte das Oliveiras recebe primeira Escola Estadual de Tempo Integral

By -

Moradores do bairro Monte das Oliveiras, na zona norte de Manaus, ganham nesta semana a primeira a Escola Estadual de Tempo Integral (EETI), que recebe o nome de Professora Lecita Fonseca Ramos. Com coordenação da Secretaria de Estado da Educação e Qualidade do Ensino (Seduc), a nova unidade educacional irá atender 480 alunos do Ensino Médio, com instalações modernas e equipamentos tecnológicos.     

Localizada na Travessa Louro Chumbo, a escola foi construída num dos bairros mais populosos da capital, com mais de 40 mil habitantes (IBGE 2008). A chegada da escola de regime de tempo integral é comemorada pela comunidade. “Meu filho vai estudar nesta escola. Estou muito feliz. É uma grande conquista para nosso bairro, um vitória mesmo. Há sete anos, eu vinha brigando para que o terreno baldio que existia aqui desse lugar a uma escola, e o meu sonho virou realidade”, comemora o vigia Pedro Freitas (50). 

“Ano passado, meu filho reprovou por falta, porque algumas vezes eu não tinha condições de pagar o vale transporte, pra ele ir estudar na Cidade Nova, distante 40 minutos de ônibus da minha casa”, relembra Freitas. Contente com a nova escola, ele revela orgulhoso que fará parte da Associação de Pais, Mestres e Comunitários (APMC). Eu sempre fui amigo da escola, consertava cadeiras, ajudava no que podia. E agora, eu vou continuar lutando e participando ativamente da educação do meu filho”, afirma. 

Animados com o início das aulas, os alunos Pyter Gurgel (15) e Inara Amaral (16), 1º e 2º ano respectivamente, participaram de uma visita para conhecer as instalações da escola. “Nossa, eu adorei. Gostei muito do laboratório de ciências e da horta. Estou muito ansioso para começar a estudar”, comenta Pyter.   

“Eu achei tudo lindo. Gostei muito da biblioteca, do laboratório de ciência e das novas atividades que vamos ter aqui, mas o mais legal é que eu não vou mais precisar pegar ônibus. Antes eu levava uma hora esperando o ônibus até chegar a escola, agora posso vir andando. Ficou muito mais fácil pra mim, cinco minutos a pé e eu já estou aqui”, comemora Inara. 

A inauguração da nova EETI vem para atender uma demanda da comunidade e firmar o compromisso do Governo do Amazonas com a educação. “Assim como saúde e infraestrutura, a educação é uma das prioridades do nosso Governo, queremos garantir a eficiência e a solução das questões relacionadas a educação nesse curto espaço de tempo que temos para trabalhar, visando o bem-estar do professor e a qualidade do ensino”, declara David Almeida, governador do Amazonas. 

Quem também está animada com a inauguração é toda a equipe de profissionais da escola. “Nossa expectativa é a melhor possível, porque houve todo um investimento do governo para que essa escolha fosse construída num local onde necessita muito do papel do formador, do educador, que vai transformar uma comunidade com certeza”, garante a diretora Jeane Hidalgo.   

Nova EETI – O novo complexo pedagógico conta 12 salas, uma biblioteca, um auditório, dois laboratórios; um de informática e outro de ciências. Além das salas administrativa dos professores, diretora e pedagogos. Também conta com a sala da Associação de Pais, Mestres e Comunitários, uma inovação para aproximar ainda mais a comunidade da escola. E de um espaço para os Grupos Técnicos de Trabalho (GTs), que é uma iniciativa que visa fortalecer o processo de aprendizagem e consequentemente elevar os indicadores de qualidade da rede pública educacional. 

A EETI também tem uma quadra coberta poliesportiva, um refeitório, um espaço para horta e um amplo espaço de convivência. O corpo docente é composto por 18 professores, seis coordenadores, uma pedagoga e uma secretária e a diretora.

Roberto Brasil