“Minha experiência é o diferencial”, destaca Amazonino

By -

Acompanhado de aliados do PDT, diferente do primeiro turno, o candidato ao cargo de governador na eleição suplementar, Amazonino Mendes (PDT), votou às 9h neste domingo (27), em Manaus, na sede da Secretaria do Estado da Fazenda (Sefaz), na Zona Centro-Sul da cidade. Em entrevista, o candidato criticou a postura de seu adversário Eduardo Braga (PMDB).

Em busca do quarto mandato de governador, Amazonino acumula em seu currículo três de prefeito e um de senador em seu currículo, Amazonino Mendes afirma que sua experiência é o diferencial nessa campanha para um mandato de pouco mais de um ano.

“Começamos uma campanha singular. Temos um país que está absolutamente atônito com os que os políticos fizeram. O Amazonas também se desgovernou que ate a população partiu para essa campanha descrente. Temos um dever de restaurar a confiança no processo político”, afirmou Amazonino.

O candidato destacou de a campanha foi feita de forma limpa e digna. “Respeitamos o eleitor ao reverso não tivemos o mesmo comportamento do lado adversário. Esse comportamento não permitiu que eu fosse ao debate, falar sobre propostas. Não ha propostas. Foi uma campanha suja. Hoje acredito que seja um marco, quero dar a minha contribuição”, disse. “Pra que guardar raiva? Foi um cara que eu ajudei a ser governador, prefeito, organizei a vida dele. Os insultos que ele faz é fraqueza dele. A gente fica pesaroso”.

Amazonino agradeceu a população que acolheu a sua candidatura. “O que a gente pode prometer é trabalho e suor”.

No primeiro turno o candidato Amazonino, da Coligação “Movimento pela Reconstrução do Amazonas”, teve 38,77% dos votos, o que corresponde a 577.397.

Portal A Crítica

Roberto Brasil