Militar é baleado durante transporte de urnas eletrônicas no município de Maués

By -

Um militar do Exército Brasileiro foi baleado durante o transporte de urnas eletrônicas para a comunidade Santo Antônio do Macujá, no município de Maués, na noite de sábado (26) para domingo (27). O militar estava em uma embarcação regional junto com a tropa destacada para acompanhar o processo eleitoral na comunidade. O suspeito foi preso neste domingo (27).

De acordo com o Comando Militar da Amazônia (CMA), durante o pernoite, um dos militares que se encontrava realizando a segurança da embarcação, onde estavam a tropa e a equipe do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) que conduzia as urnas, foi atingido por um disparo de arma de fogo, sem gravidade.

O militar reagiu ao tiro e de imediato, a tropa realizou um vasculhamento no local, mas não conseguiu localizar o suspeito.

Ainda de acordo com o CMA, foram reforçadas as condições de segurança do local e enviadas, por meio de helicóptero militar, tropas especiais e a Polícia Federal, para o prosseguimento das investigações. O militar ferido foi atendido pela equipe de saúde e continua na missão. E ainda durante a manhã, o suspeito foi preso encaminhado à Manaus. A identidade dele não foi revelada.

Segundo o general de Exército, Geraldo Miotto, apesar do incidente, não houve prejuízo para a garantia da votação e apuração dos votos no município. “Assim que tomamos conhecimento, enviamos reforço para a comunidade e o suspeito foi preso e está sendo trazido para Manaus. Isso foi o caso isolado e não tem nada a ver com a eleição”, destacou Miotto.

Roberto Brasil