Meninas do Iranduba ‘esquecem’ campo para focar em disputas no futebol de salão

By -

Quase 100% das jogadoras que disputam as competições de futsal pelo Iranduba são atletas de campo. (Foto: Evandro Seixas)

Hora de trocar as chuteiras: as travas dão lugar ao solado de borracha. Após fazerem história no futebol, as jogadoras do Iranduba se preparam agora para focar totalmente na disputa do futsal, onde disputam atualmente a Copa do Brasil da modalidade.

“Chega a ser um pouco estranho, mas quando jogávamos no Kindermann era assim também. Já estamos acostumadas, então temos o futsal agora como prioridade e é nisso que temos que focar”, explicou Mayara, destaque do Hulk no Campeonato Brasileiro, que também citou as principais diferenças entre os esportes.

“Na quadra tem que pensar mais rápido, tem que agir mais rápido e no campo temos mais tempo para pensar. Mas aos poucos vamos acostumando de novo com o futsal”, resumiu.

Enquanto se preparam para encarar o Alfa de Alta Floresta, em Porto Velho, no próximo sábado (15), o time amazonense ainda precisa “virar a chave” para esquecer a eliminação no Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino, diante do Santos.

“Ficamos muito tristes com o que aconteceu, mas agora é focar em outra competição, que é a Copa do Brasil. É importante e estamos fazendo um bom trabalho para nos darmos muito bem. Agora vamos viajar e tentar fazer um bom jogo e sair com a vitória”, explicou Elisa, relembrando que o time já disputou duas partidas pela Copa do Brasil de Futsal, onde o time avançou com duas vitórias.

Mesmo em uma modalidade diferente, o Hulk ganhou visibilidade e passou a ser um dos times mais conhecidos da competição e reconhece o novo patamar. “Eu acho que eles conhecem mais sobre nós do que nós conhecemos eles. Contra o Valência, na última partida, não conhecíamos eles e  eles trabalharam muito bem. Conquistamos a vitória diante deles e agora vamos atrás de outra”, finalizou a jogadora.

PORTAL A CRÍTICA

Roberto Brasil