Médico sobrevive a câncer raro e é atropelado ao pagar promessa no MA

By -

Motorista que dirigia o carro estava embriagado e foi preso – Imagem: Reprodução

Um médico urologista morreu atropelado na manhã de domingo (25) enquanto andava pelo acostamento da rodovia MA-2014, na ilha de São Luís. De acordo com informações do UOL, Luís Carlos Muniz Cantanhede, de 56 anos, ia a pé para o santuário de São José de Ribamar como promessa por se curar de um câncer raro.

Cantanhede chegou a ser socorrido no hospital São Domingos, em São Luís, mas morreu durante atendimento médico. Ele foi enterrado na tarde do ontem.

O motorista, identificado como Gilson Barros Ferreira, 32, foi autuado em flagrante por dirigir embriagado. Testemunhas afirmam que o carro estava em alta velocidade quando invadiu o acostamento e atropelou o médico. O condutor foi transferido ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas nesta segunda-feira (26). Ele foi indiciado por homicídio com dolo eventual (quando assume o risco de matar) e por embriaguez ao volante. O crime é inafiançável.

O urologista havia sido diagnosticado com um tipo raro e agressivo de melanoma, um tipo de câncer de pele. Durante o tratamento, fez a promessa de ir andando de São Luís ao santuário caso se curasse.

Roberto Brasil