Mauro Teixeira alerta sobre a situação dos servidores RDAs

By -

Ver. Mauro Teixeira

Da Redação – Nesta terça-feira (19), o vereador Mauro Teixeira (Podemos) no grande expediente da Câmara Municipal de Manaus (CMM) alertou sobre a situação de instabilidade dos trabalhadores contratados em Regime de Direito Administrativo (RDA) da Prefeitura de Manaus e pede das autoridades do trabalho resolver da maneira mais coerente para que estas pessoas não fiquem sem emprego.

O vereador Mauro Teixeira relatou a sua experiência de trabalho como RDA e como estes funcionários são guerreiros e realizam serviços muitas vezes no sol quente, nas ruas e com atividades básicas que a cidade precisa. Explicou ainda que estas pessoas não contam com nenhuma outra esperança de serem contratados em outras áreas pela formação e escolaridade que têm, também não possuem outros benefícios como outros trabalhadores e são um exemplo de serviço.

“São funcionários que trabalham há mais de 25 anos e estão hoje na iminência de serem dispensados. Isto vem acontecendo há algum tempo, por não haver um entendimento jurídico eles estão numa situação de instabilidade, de insegurança por não saber si vão ficar ou não. Dispensando essas pessoas como o Ministério Público acha, as Secretarias Municipais de Infraestrutura e de Limpeza Publica da Prefeitura de Manaus irão  parar por falta destes trabalhadores, pois eles não tem uma alternativa de contratação, ora por que não contratar estas pessoas que não tem mais expectativa de trabalho pela escolaridade que tem, eu me coloco a disposição das autoridades do trabalho para resolver da maneira mais coerente e não deixe estas pessoas sem emprego”, salientou o vereador Mauro Teixeira.

RDAs podem ficar tranqüilos

Os vereadores Raulzinho (DEM) e Joelson (PSC) se pronunciaram para tranquilizar os RDAS e disseram que o Prefeito de Manaus esta sabendo da situação e esta resolvendo da melhor forma.

O vereador Raulzinho (DEM) disse “Eu como sou oriundo dos RDAs, digo que a Prefeitura de Matos não anda sem os RDAs, podem ficar tranqüilos, pois qualquer ação da justiça a PGM ira tentar resolver, sabemos o mérito dos concursados, mas qual o concursado que vai entrar no bueiro limpar?, qual o concursado que vai quere ir no sol quente colocar asfalto?, então assim a Prefeitura sobrevive graças ao trabalho dos RDAs, eu defendo estes trabalhadores porque são necessários”.

Por Mercedes Guzmán

Roberto Brasil