Maués recebe visita do Ministro de Minas e Energia durante a 36ª. Festa do Guaraná

By -

P1030137Da Redação – O Prefeito de Maués, Padre Carlos Góes o Ministro de Minas e Energia,Eduardo Braga e sua comitiva estiveram nesta sexta-feira (27) no município de Maués inaugurando uma Unidade Básica de Saúde (UBS), uma agência dos Correios e a III Feira de Agronegócios. O Ministro anunciou novos investimentos no valor de R$ 10 milhões para o interior do estado, especialmente para Maués, Itacoatiara e comunidades do baixo Amazonas.
Participaram também a senadora Sandra Braga, deputada Alessandra Campelo, Vicente Lopez, Wanderley Dallas e vereadores e secretários do município de Maués. O Prefeito de Maués agradeceu o apoio dos Ministérios de Turismo e de Agricultura para a realização da 36ª. Festa do Guaraná..

P1030145O investimento anunciado será em tempo recorde segundo o Ministro Braga e informou uma nova Termo Elétrica em Itacoatiara, Silves e Itapiranga. “No ano que vem iremos implementar Luz para Todos em Maués a partir de janeiro (10 milhões) além de contar com um novo gerador, melhorando o emprego e renda da população.  Estive verificando com a Eletrobrás e estaremos cumprindo o prometido nos próximos quatro anos no melhoramento no serviço de energia elétrica para o estado e visitei uma usina de gás natural onde o investimento será de um bilhão de reais”.

DSC_4496Festa do Guaraná

Na primeira noite da 36ª. Festa do Guaraná foi eleita  rainha do guaraná a garota Taynesse dentre as  nove participantes e o destaque da noite foi o cantor David Asayag que deleitou ao público com as toadas dos bois Caprichoso e Garantido.

P1030125III Feria de Agronegócios

Na inauguração da III Feira de Agronegócios foi destacado o trabalho da equipe da limpeza, os garis que com seu trabalho deixam a cidade permanentemente limpa. Segundo o organizador do evento, Bruno Negreiros, a estimativa deste ano é chegar aos R$ 400.000,00 (mesmo valor do ano 2014) na venda de produtos quanto de negócios. Participam 450 produtores de Cooperativas, Associações e artesãos da área rural.

Um dos produtos em destaque foi o refrigerante de guaraná feito em casa com uma máquina com água com gás (R$ 300,00) e que misturada com xarope apresenta um produto diferente, explicou Gustavo Piccolo. “O pessoal gostou. Tenho pedidos da máquina, pois é um produto diferente”.

A expectativa de Negreiros referente à produção é ruim e explica o motivo: “O guaraná nativo tem muita praga e sol demais. A planta é muito sensível e o guaraná clonado da Embrapa é de difícil acompanhamento para o produtor., Embora seja mais forte para as pragas, eles não conseguem acompanhar a cartilha e chega a ser mais complexo. A planta acaba morrendo”. Mesmo assim, explicou que devido ser um investimento de uma empresa com fundo inglês tem um retorno, pois é utilizada tanto como refrigerante, cosmético e também na indústria farmacêutica. (Mercedes Guzmán)

Roberto Brasil