Marinha resgata oito pessoas após embarcação virar no Rio Negro neste Domingo

By -
Segundo a Marinha, o mau tempo teria  ocasionado o acidente

Segundo a Marinha, o mau tempo teria ocasionado o acidente

Na tarde deste domingo, 22, por volta das 14h20, Inspetores Navais da Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental (CFAOC) resgataram oito homens que se encontravam flutuando em uma boia fundeada no Rio Negro nas proximidades do Caís das Torres, na orla central de Manaus/AM, após a embarcação de pequeno porte (bote de alumínio), em que se encontravam virar no Rio Negro.

Provavelmente, o mau tempo tenha ocasionado o acidente, que só não teve danos maiores, devido ao imediato socorro recebido dos militares da Marinha, que atuavam no rio Negro, durante o ocorrido.

Dos oito homens que se encontravam no bote nenhum estava utilizando coletes salva-vidas, um dos itens exigidos pela Autoridade Marítima, e a embarcação não era inscrita na Capitania.

marinha-salvamento-02A Marinha empregou dez militares no salvamento e resgate das vítimas, duas Lanchas, boias e coletes salva-vidas e abrirá um Inquérito para apurar as causas e possíveis responsáveis pelo afundamento da embarcação.

Durante a Inspeção Naval realizada neste domingo, 76 embarcações foram abordadas, sendo 18 notificadas e seis apreendidas.

Visando garantir a Segurança da Navegação, a Salvaguarda da Vida Humana e a proteção ambiental dos recursos hídricos, a Marinha do Brasil recomenda alguns cuidados que todos devem ter ao navegar nos rios da Amazônia:

  1. Faça a manutenção preventiva e correta da sua embarcação;
  2. Tenha a bordo o material de salvatagem prescrito pela Capitania;
  3. Respeite a lotação da embarcação e tenha a bordo coletes para todos;
  4. Mantenha os extintores de incêndio em bom estado e dentro da validade;
  5. Mantenha seus equipamentos de comunicação sempre funcionando;
  6. Conduza a embarcação com prudência e dentro dos limites de velocidade;
  7. Não conduza a embarcação alcoolizado;
  8. Mantenha distância das margens, praias e de banhistas;
  9. Respeite a vida, preste socorro; e
  10. Não polua.

Em caso de denúncias ou pedidos de socorro em toda a Amazônia Ocidental, ligar gratuitamente: Socorro e Salvamento: 185, e Disque Segurança à Navegação (e Denúncias): 0800 280 7200.

Roberto Brasil